Piracicaba, SP: Curso no SESC a partir de 04.10.2016

•setembro, 26 2016 • Deixe um comentário

fb_img_1474898306383

Revista O Globo: O Bom e Velho Oeste

•setembro, 25 2016 • Deixe um comentário

20160925_114325

Matéria na Revista O Globo de 25.09.2016 sobre o gênero western:

Esta semana chega aos cinemas do Brasil e de diversos países o faroeste “Sete homens e um destino” (“The magnificent seven”), refilmagem do blockbuster de 1960 que narra a aventura de mercenários contratados para defender um povoado de um bando de malfeitores. A distância, um observador cético diria que se trata de um produto de nicho, coisa de executivo de Hollywood sem ideias e algum desespero. Ajustando a mira, no entanto, vê-se que não é bem assim. O diretor é o prestigiado Antoine Fuqua (do oscarizado “Dia de treinamento”), quem assina o roteiro é Nic Pizzolatto (da série “True Detective”) e entre o hepteto há estrelas do gabarito de Denzel Washington, Chris Pratt e Ethan Hawke — Wagner Moura estava dentro mas teve de sair por causa da segunda temporada de “Narcos”. A expectativa é de que a produção de US$ 90 milhões renda pelo menos o dobro no mundo inteiro — o que não falta é fã de bangue-bangue por aí, vide os US$ 3 milhões já arrecadados com a estreia antecipada na Coreia do Sul.

O remake é mais um sinal de que o gênero western, como é de praxe com bandidos e mocinhos célebres, está de volta. Nos últimos anos, o diretor Quentin Tarantino trouxe a dobradinha “Django” e “Os oito odiados” (referência, claro, aos “sete homens” do clássico). O vencedor do Oscar de melhor filme em 2016 foi para “O regresso”, retomada do subgênero do mountain man (homem da montanha).

Há outras variações da fórmula: em outubro, estreia na HBO “Westworld”, série de ficção científica que se passa dentro de um parque temático de Velho Oeste. Ano que vem, estreia nas telonas o primeiro capítulo da saga “A torre negra”, baseada em livros de Stephen King nos quais caubóis e suas pistolas se misturam a todo tipo de elemento fantástico. Na verdade, os genes do faroeste são tão disseminados pelo DNA da cultura pop que você periga até ser fã sem saber. (…)

Leia a matéria completa em
http://m.oglobo.globo.com/cultura/o-bom-velho-oeste-20176192

Festival do Rio 2016: Definidas as atrações

•setembro, 25 2016 • Deixe um comentário

fb_img_1474769093580

O Festival do Rio, que ocorrerá entre 6 e 16 de Outubro de 2016, trará 250 filmes espalhados por 15 mostras em mais de 20 cinemas da cidade:

Serão apresentados novos trabalhos de: Terrence Malick, Ken Loach, Maren Ade, Jim Jarmusch, Cristi Puiu, Wim Wenders, Olivier Assayas, Lav Diaz, Bertrand Bonello, Hong Sang-soo, Werner Herzog, Xavier Dolan, Alain Guiraudie, André Téchiné, João Pedro Rodrigues, Amat Escalante, Johnnie To, Todd Solondz, Derek Cianfrance, Andrei Konchalovsky, Kelly Reichardt, Paul Schrader, Richard Linklater, Raymond Depardon, Terence Davies, Stéphane Brizé, Andrzej Wajda, Bruno Dumont, Eugène Green, Bertrand Tavernier, Wang Bing, Margarethe Von Trotta, Andrzej Zulawski, Sergei Loznitsa, Alessandro Comodin, , Matías Piñeiro, Yousry Nasrallah, Anurag Kashyap, Noah Baumbach, Mahamat-Saleh Haroun, Rebecca Zlotowski, Douglas Gordon, Dominique Abel & Fiona Gordon, Carlos Saura, Avi Mograbi, Ira Sachs, Milagros Mumenthaler, Joachim Lafosse, entre dezenas de outros.

Para além das mostras tradicionais como Panorama do Cinema Mundial, Première Brasil, Première Latina, Expectativa, Midnight Movies & Docs, Fronteiras, Mostra Geração, Meio Ambiente e Itinerários Unicos, o festival destaca ainda:

Mostra Universal Monsters, trazendo 7 clássicos restaurados produzidos pelo estúdio entre 1930 e 1954, incluindo pérolas como “Drácula”, “A noiva de Frankenstein” e “O monstro da Lagoa Negra 3D”;

Um seleção de documentários musicais que inclui Nick Cave em 3D, 2 filmes dos The Rolling Stones, Frank Zappa, Iggy And The Stooges;

Uma seleção de 28 filmes que competem ao Prêmio Félix, que agrupa o melhor da produção mundial LGBTQ de 2016;

Homenagens especiais a David Bowie (“Fome de Viver”) e Prince (“Purple Rain” e “Sign ‘O’ The Times”), além de uma sessão especial de “Na Cama com Madonna”;

A mostra Film Doc, que traz documentários sobre cinema e inclui trabalhos sobre Brian de Palma, Mike Nichols, Richard Linklater, além da impressionante viagem de Bertrand Tavernier pela história do cinema francês em “Voyage à travers le cinèma français” e “Women Who Run Hollywood”, um estudo sobre o papel primordial de diretoras, produtoras e roteiristas na Era de Ouro de Hollywood;

Mostra Cinema Novo / Interseções / Cinema Marginal, um olhar sobre 2 movimentos fundamentais do Cinema Brasileiro, com filmes de Cacá Diegues, Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, David Neves, Walter Lima Jr., Flávio Migliaccio, Carlos Reichenbach, José Agrippino de Paula, Álvaro Guimarães, André Farias e Elyseu Visconti;

Mostra Artistas Viajantes, que inclui uma homenagem a Tunga e trabalhos de Ken Jacobs, Murilo Salles e Eryk Rocha.

Confira a lista completa dos filmes em:
http://bit.ly/2d9H6qk

RJ: O Cinema Ensina Música, com David Tygel

•setembro, 24 2016 • Deixe um comentário

O CINEMA ENSINA MÚSICA
Estratégias Audiovisuais na Educação Musical
Prof. Esp. David Tygel (PUC Rio):

O curso tem como público-alvo educadores musicais, estudantes e profissionais, que queiram aprender novas técnicas de educação musical com a ajuda do Cinema e outras mídias audiovisuais, como os Games e a Internet. Nas aulas os participantes são incentivados não só a utilizar música para contar suas histórias, mas a criar sua própria biblioteca audiovisual para auxílio no ensino musical de seus alunos. Exercícios práticos de criação de narrativas também serão oferecidos como vivência em aula.

Conservatório Brasileiro de Música
Av. Graça Aranha, 57/12º andar. Metro Cinelândia. RJ
Sábados: 24 de setembro, 22 de outubro, 19 de novembro e 10 de dezembro de 2016.
Horário: 9h às 17h.
Carga horária total: 40h
Coordenação: Adriana Rodrigues
Investimento por sábado: R$ 150,00 / R$ 130,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br).
Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413
(poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

PE: Janela Internacional de Cinema do Recife 2016

•setembro, 23 2016 • Deixe um comentário

De acordo com o site Janela de Cinema, a nona edição do Janela Internacional de Cinema do Recife abriu, desde 21.09.2016, inscrições gratuitas para a oficina Janela Crítica, atividade voltada a cinéfilos que desejam exercitar um olhar crítico para o cinema pela escrita:

Viabilizado pelo Funcultura/Governo do Estado com patrocínio da Petrobras e organizado pela CinemaScópio Produções Cinematográficas e Artísticas, o festival ocorre nos próximos dias 28 de outubro a 6 de novembro.

screenshot_2016-09-23-22-04-34-1

“A Janela Crítica sempre foi cara ao festival desde a sua primeira edição. Muitas vezes, os textos são lidos pelo público, gerando burburinho durante as sessões e reverberando sempre de uma forma transformadora para quem faz. Aqueles que participaram, de alguma forma, continuaram ou desenvolveram um tipo de carreira dentro do cinema, seja trabalhando em jornal, fazendo filme, escrevendo blog etc”, justifica Luís Fernando Moura, coordenador de programação do festival.

Pelo segundo ano consecutivo, o Janela Crítica será coordenado pelo jornalista, crítico e pesquisador Heitor Augusto. Redator da revista Interlúdio, Heitor coordenou, entre 2013 e 2015, o Crítica Curta, oficina de crítica durante o Festival de Curtas de São Paulo. Também foi um dos selecionados da Berlinale Talent Press 2015, programa do Festival de Berlim para jovens críticos. Tem trabalhos em jornalismo cultural, curadoria, júri e ensino em cursos e workshops.

Serão selecionadas apenas sete pessoas para a oficina. Os participantes irão vivenciar a prática da crítica cinematográfica durante o festival. Em encontros com Heitor Augusto, terão a chance de discutir os principais conceitos e correntes da crítica de cinema, os diversos formatos e abordagens da escrita crítica e diálogos entre a crítica e o cinema contemporâneo.

Os selecionados terão, ainda, entrada gratuita nas sessões para produzir críticas que serão veiculadas no site do evento diariamente.

Leia mais clicando aqui

Festival Mimo de Cinema 2016: Programação de Paraty de 15 a 16.10.2016

•setembro, 23 2016 • Deixe um comentário

O MIMO Festival ocupa Paraty entre os dias 14 e 16 de outubro de 2016, com programação que contempla concertos, workshops dos músicos participantes do evento na Etapa Educativa, palestras no Fórum de Ideias, 27 filmes inéditos em circuito no Festival MIMO de Cinema e a Chuva de Poesia.

Visite o site:
http://mimofestival.com

A mostra de cinema:

MOSTRA PANORAMA BRASIL – 14 OUT (SEX)

Paraty ·18H
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– DE QUANDO EM VEZ (16min), de Jáder Barreto Lima e Rafaella Pereira de Lima
– CAMINHOS DO COCO (91min), de Joice Temple

Paraty · 20H
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– NÃO TEM SÓ MANDACARU (20min), de Tauana Uchôa
– ESSA BARRA QUE É GOSTAR DE VOCÊ (19min), de Madiano Marcheti
– SICÍLIA JASS (Itália, 74min), de Michele Cinque – Filme internacional convidado

MOSTRA PANORAMA BRASIL – 15 OUT (SÁB)

Paraty ·18H
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– VINILIS FRUTIFERIS (15min), de Victorhugo Passabon Amorim
– CACASO NA CORDA BAMBA (88min),de José Joaquim Salles e PH Souza

Paraty ·20H
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– ORQUESTRA INVISÍVEL LET’S DANCE (20min), de Alice Riff
– ANTENA META FISICA (11min), de Idosoidos (Vidasouvidas) e Beth Brandao
– WAITING FOR B. (71min), de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel

MOSTRA PANORAMA BRASIL – 16 OUT (DOM)

Paraty ·17H30
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– SERRA DO CAXAMBU (16min), de Márcio Brito Neto
– VIVI (15 min), de Catarina Doolan Fernandes
– HISTÓRIAS DE MARABAIXO (72min), de Bel Bechara e Sandro Serpa

Paraty ·19H30
Casa da Cultura de Paraty

Filmes
– FUGA (3min), de Eduardo Roscoe
– FAZ QUE VAI (12min), de Barbara Wagner
– CHICO SCIENCE, CARANGUEJO ELÉTRICO (86min), de José Eduardo Miglioli

Thaddeus Wilk Farrow: Filho de Mia Farrow encontrado morto

•setembro, 22 2016 • Deixe um comentário

De acordo com o portal G1, Thaddeus Wilk Farrow, filho adotivo da atriz Mia Farrow, se matou com um tiro no peito, disse a polícia do estado americano de Connecticut:

O primeiro comunicado havia informado que a causa da morte era um acidente de carro.

Ele foi encontrado na quarta-feira (21) em seu carro e depois morreu no hospital. Segundo a polícia, Thaddeus bateu o carro após cometer suicídio.

Thaddeus Wilk e Mia Farrow

Thaddeus Wilk e Mia Farrow

Thaddeus Farrow foi adotado em 1994. Ele contraiu poliomielite em um orfanato em Calcutá, na Índia, e ficou paralisado da cintura para baixo. Mia Farrow, atriz de “Bebê de Rosemary”, tem 71 anos e já adotou 10 crianças, incluindo Soon-Yi Previn, que hoje é casada com Woody Allen, ex-namorado de Mia.

A atriz comentou a morte, em uma mensagem publicada em sua conta no Twitter: “Estamos devastados pela perda de Thaddeus, nosso querido filho e irmão. Ele foi uma pessoa maravilhosa e corajosa que enfrentou bravamente as dificuldades em sua curta vida. Sentimos falta dele. Obrigado pelas palavras bondosas.”

A notícia foi encontrada aqui.

 
%d blogueiros gostam disto: