Héctor Bonilla (1939-2022)

•novembro, 27 2022 • Deixe um comentário

Héctor Bonilla

De acordo com o site Revista Oeste, o ator e ex-deputado mexicano Héctor Bonilla, conhecido por sua participação no seriado Chaves, morreu em 25.11.2022:

Ele tinha 83 anos de idade e não resistiu a um câncer renal.

A informação foi confirmada pela família de Bonilha, em publicação no Twitter. “Sabemos que Héctor deixou um legado imensurável e que muitos corações lamentarão sua morte”, diz um trecho da nota. “Saiba que, apesar da tristeza infinita que nos assola, estamos tranquilos de nos despedir de um homem que partiu sem dever nada a ninguém, viveu intensa e plenamente, que pregou sempre com exemplo e semeou alegria e amor a cada caminho que percorreu.”

Leia mais clicando aqui.

No seriado “Chaves”, ele arranca suspiros das personagens Dona Florinda (Florinda Meza), Chiquinha (Maria Antonieta de las Nieves) e Dona Clotilde (Angeline Fernández).

Héctor Bonilla

Irene Cara (1959-2022)

•novembro, 26 2022 • Deixe um comentário

Irene Cara

De acordo com o portal G1, a cantora Irene Cara, mais conhecida por cantar hits de filmes clássicos dos anos 80, como “Fame” e “Flashdance”, morreu aos 63 anos, na Flórida (EUA):

A notícia foi confirmada por sua assessora Judith Moose, no Twitter da cantora. “Esta é a pior parte de ser um publicitário. Não acredito que tive que escrever isso, muito menos divulgar a notícia”, disse.

“Por favor, compartilhe seus pensamentos e memórias de Irene. Estarei lendo cada um deles e sei que ela estará sorrindo do céu. Ela adorava seus fãs”, acrescentou.

A causa da morte é atualmente desconhecida e será divulgada “quando a informação estiver disponível”, destacou Judith, em nota.

Cantora, compositora e atriz, Irene Cara teve a sua voz conhecida no mundo todo com o filme “Fame”, lançado em 1980. Ela interpretou a artista Coco Hernandez, que embalou dois dos maiores hits do filme: a canção título “Fame” e “Out Here On My Own”.

Em 1983, Irene alcançou o ápice de sua carreira musical com a canção “Flashdance… What A Feelin”, composta em parceria com Giorgio Moroder e Keith Forsey e tema do filme Flashdance.

Leia mais clicando aqui.

Mundo Estranho: Dubladores

•novembro, 24 2022 • Deixe um comentário

No elenco original de dubladores estão:

– Dennis Quaid = Jaeger Clade
– Jake Gyllenhaal = Searcher Clade
– Jaboukie Young-White = Ethan Clade, o filho de 16 anos de Searcher
– Gabrielle Union = Meridian Clade, piloto, mãe de Ethan e esposa de Searcher
– Lucy Liu = Callisto, chefe da terra de Avalonia e líder da exploração

Dubladores da versão brasileira:

Trailer:

Mickey Kuhn (1932-2022)

•novembro, 24 2022 • Deixe um comentário

Mickey Kuhn

De acordo com o site da Revista Quem, Mickey Kuhn, estrela infantil de vários filmes de Hollywood dos anos 1930 e 1940, morreu, aos 90 anos, em um asilo em Naples, Flórida, nos Estados Unidos, em 20.11.2022:

A informação foi confirmada por sua mulher, Barbara, na última segunda-feira ao Hollywood Reporter. O ex-astro mirim ficou conhecido por seu papel no clássico filme, “E o Vento Levou”; ele foi o último membro sobrevivente desse elenco, já que Olivia de Havilland, que interpretou Melanie, morreu aos 104 anos em 2020.

Além do famoso filme de 1939, ator marcou presença em Juarez (1939), com Bette Davis, uma versão de Dick Tracy (1945) estrelada por Morgan Conway, o faroeste Rio Vermelho (1947), com John Wayne, e Uma Rua Chamada Pecado (1951), no qual se reuniu com sua colega de … E o Vento Levou, Vivien Leigh.

Leia mais clicando aqui.

Wilko Johnson (1947-2022)

•novembro, 23 2022 • Deixe um comentário

Wilko Johnson

De acordo com o portal G1, o ator e músico Wilko Johnson, que ganhou fama na década de 1970 como guitarrista da banda inglesa Dr Feelgood e foi uma grande influência para movimento punk por seu estilo de tocar, morreu aos 75 anos:

O músico, que também tocou em parceria com Ian Dury, fez carreira solo ao longo de quatro décadas.

Além de músico, Johnson também tinha uma carreira como ator e integrou o elenco de da série “Game Of Thrones”, interpretando o carrasco Ilyn Payne.

Há dez anos ele foi diagnosticado como um câncer no pâncreas. Na época, o diagnóstico foi anunciado como um caso terminal da doença e o músico se recusou a fazer tratamento com quimioterapia para embarcar em uma turnê de despedida. Em entrevista à BBC na época, ele afirmou que havia “aceitado calmamente a ideia de que iria morrer”.

Leia mais clicando aqui.

Wilko Johnson

Spirit Award 2022/2023: Indicados

•novembro, 23 2022 • Deixe um comentário

Os vencedores serão anunciados em 04 de março de 2023:

Michelle Yeoh

BEST FEATURE (Award given to the producer)
– Bones and All – Producers: Timothée Chalamet, Francesco Melzi d’Eril, Luca Guadagnino, David Kajganich, Lorenzo Mieli, Marco Morabito, Gabriele Moratti, Theresa Park, Peter Spears
– Everything Everywhere All At Once – Producers: Daniel Kwan, Mike Larocca, Anthony Russo, Joe Russo, Daniel Scheinert, Jonathan Wang
– Our Father, the Devil – Producers: Ellie Foumbi, Joseph Mastantuono
– TÁR – Producers: Todd Field, Scott Lambert, Alexandra Milchan
– Women Talking – Producers: Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Frances McDormand

BEST FIRST FEATURE (Award given to director and producer)
– Aftersun – Director: Charlotte Wells – Producers: Mark Ceryak, Amy Jackson, Barry Jenkins, Adele Romanski
– Emily the Criminal – Director: John Patton Ford – Producers: Tyler Davidson, Aubrey Plaza, Drew Sykes
– The Inspection – Director: Elegance Bratton – Producers: Effie T. Brown, Chester Algernal Gordon
– Murina – Director: Antoneta Alamat Kusijanović – Producers: Danijel Pek, Rodrigo Teixeira
– Palm Trees and Power Lines – Director/Producer: Jamie Dack – Producer: Leah Chen Baker

JOHN CASSAVETES AWARD  – Given to the best feature made for under $1,000,000 (Award given to the writer, director and producer)
– The African Desperate – Writer/Director/Producer: Martine Syms – Writer/Producer: Rocket Caleshu – Producer: Vic Brooks
– A Love Song – Writer/Director/Producer: Max Walker-Silverman – Producers: Jesse Hope, Dan Janvey
– The Cathedral – Writer/Director: Ricky D’Ambrose – Producer: Graham Swon
– Holy Emy – Writer/Director: Araceli Lemos – Writer/Producer: Giulia Caruso – Producers: Mathieu Bompoint, Ki Jin Kim, Konstantinos Vassilaros
– Something in the Dirt – Writer/Director/Producer: Justin Benson – Director/Producer: Aaron Moorhead – Producer: David Lawson Jr.

Paul Mescal

BEST DIRECTOR
– Todd Field – TÁR
– Kogonada – After Yang
– Daniel Kwan & Daniel Scheinert – Everything Everywhere All At Once
– Sarah Polley – Women Talking
– Halina Reijn – Bodies Bodies Bodies

BEST SCREENPLAY
– Lena Dunham – Catherine Called Birdy
– Todd Field – TÁR
– Kogonada – After Yang
– Daniel Kwan & Daniel Scheinert – Everything Everywhere All At Once
– Sarah Polley – Women Talking

BEST FIRST SCREENPLAY
– Joel Kim Booster – Fire Island
– Jamie Dack, Audrey Findlay, Story by Jamie Dack – Palm Trees and Power Lines
– K.D. Dávila – Emergency
– Sarah DeLappe, Story by Kristen Roupenian – Bodies Bodies Bodies
– John Patton Ford – Emily the Criminal

Gabrielle Union

BEST LEAD PERFORMANCE
– Cate Blanchett – TÁR
– Dale Dickey – A Love Song
– Mia Goth – Pearl
– Regina Hall – Honk for Jesus. Save Your Soul.
– Paul Mescal – Aftersun
– Aubrey Plaza – Emily the Criminal
– Jeremy Pope – The Inspection
– Andrea Riseborough – To Leslie
– Taylor Russell – Bones and All
– Michelle Yeoh – Everything Everywhere All At Once

BEST SUPPORTING PERFORMANCE
– Jamie Lee Curtis – Everything Everywhere All At Once
– Brian Tyree Henry – Causeway
– Nina Hoss – TÁR
– Brian d’Arcy James – The Cathedral
– Ke Huy Quan – Everything Everywhere All At Once
– Trevante Rhodes – Bruiser
– Theo Rossi – Emily the Criminal
– Mark Rylance – Bones and All
– Jonathan Tucker – Palm Trees and Power Lines
– Gabrielle Union – The Inspection

Brian Tyree Henry

BEST BREAKTHROUGH PERFORMANCE (New Award)
– Frankie Corio – Aftersun
– Gracija Filipović – Murina
– Stephanie Hsu – Everything Everywhere All At Once
– Lily McInerny – Palm Trees and Power Lines
– Daniel Zolghadri – Funny Pages

BEST CINEMATOGRAPHY
– Florian Hoffmeister – TÁR
– Hélène Louvart – Murina
– Gregory Oke – Aftersun
– Eliot Rockett – Pearl
– Anisia Uzeyman – Neptune Frost

Veja as demais indicações clicando aqui.

Marte Um: Crítica de Cody Dericks para o site americano Next Best Pictures

•novembro, 22 2022 • Deixe um comentário

O site Next Best Pictures publicou em 22.11.2022 uma crítica para o filme brasileiro “Marte Um”, pré-candidato ao Oscar 2022/2023 de Melhor Filme Internacional. Os primeiros parágrafos:

“MARS ONE”
(Cody Dericks, November 22, 2022)

When it comes to writing movies, there’s simply nothing better one can do than build good, solidly defined characters. This may seem obvious, but any film lover can tell you that far too many movies get distracted by other more bombastic elements rather than building a sturdy foundation of fictional figures. Gabriel Martins, the writer-director of “Mars One,” clearly has his writerly priorities straight, and his newest movie is a testament to his abilities. It’s a sweet film that doesn’t hesitate to put its characters in realistically dire situations that would unbalance anyone’s life, and yet it still manages to remain compelling and ultimately quite moving.

The Martins (who pointedly share the same last name as the filmmaker) are a working-class family in modern-day Brazil. They lead quiet lives – the parents have steady labor, and their daughter and son are both studying to pursue their passions. But as seemingly small issues begin to disrupt the unimpeded flow of their day-to-day existences, they must reassess what’s truly important and how best to deal with life’s unexpected disruptions.

The harmonious collaboration of the writer-director and actors gives the film’s central family life. Each character is fully developed without the need for long stretches of awkward, expository dialogue. Martins drops right into these characters’ lives and trusts the audience to be able to piece things together. All four of them are given generous time on their own for viewers to become accustomed and endeared to their habits, dreams, and flaws. The actors are all marvelous at imbuing humanity into the characters they portray. This may seem trite as it’s literally their job to do so, but even from the earliest parts of the movie, all four fully inhabit their characters in believable, captivating ways. A director could only dream of working with such a well-equipped ensemble.

Actress Rejane Faria in particular, turns in stellar work. She plays Tércia, the family’s matriarch, who begins to see doom everywhere she goes after a strange near-near-death encounter, leading her to believe that she has been cursed. She’s clearly on edge, but Faria never lets it become an overwhelming fear. Instead, she quietly and slowly allows it to consume her – a wise choice for a character who must keep both her household and job running. Faria is able to convey a wide-ranging array of expressions, both micro and macro, often switching between them within the same shot. It’s an impressive, severely sympathetic performance. (…)

Leia o texto completo clicando aqui.

Bilheteria Brasil – 20.11.2022

•novembro, 22 2022 • Deixe um comentário

Na primeira lista, os números (em reais) das bilheterias do cinema no Brasil no final de semana de 17 a 20.11.2022:

Na lista abaixo, os números da bilheteria brasileira de 2022 acumulada (em milhares de reais) até 20.11.2022:

Fonte:
http://www.filmeb.com.br/

Nicki Aycox (1975-2022)

•novembro, 21 2022 • Deixe um comentário

Nicki Aycox

De acordo com o site da revista Monet, a atriz Nicki Aycox faleceu aos 47 anos vítima de uma dura batalha travada contra a leucemia:

A estrela, que foi musa teen no início dos anos 2000 e participou de produções como ‘Supernatural’, ‘Olhos Famintos’ e ‘Dark Blue: No Limite da Lei’ tratou a forma de câncer por dois anos.

Nicki Aycox, que viveu a personagem Meg Masters em ‘Supernatural’, e Jaimie Allen em ‘Dark Blue’, foi diagnosticada com leucemia em 2020 e morreu em decorrência da doença e teve a morte confirmada nas redes sociais pela cunhada, Susan Raab Ceklosky. “Minha cunhada linda, inteligente, feroz, incrivelmente talentosa e amorosa, Nicki Aycox Raab, faleceu ontem com meu irmão, Matt Raab, ao seu lado”, disse Raab Celosky.

Leia mais clicando aqui.

Ficha da atriz no IMDB:
https://www.imdb.com/name/nm0043704/

Jason David Frank (1973-2022)

•novembro, 20 2022 • Deixe um comentário

De acordo com o site Minha Série, o ator Jason David Frank, famoso por interpretar o ranger verde (e, posteriormente, o branco) em Power Rangers, faleceu aos 49 anos de idade:

Até o momento, não houve uma informação oficial por parte da família, mas seu agente confirmou ao site Geek Ireland o acontecido.

Jason David Frank

Além disso, seu treinador, Mike Bronzoulis, postou uma mensagem de luto no Facebook – para quem não sabe, Jason David Frank também era um lutador de MMA.

Jason David Frank se tornou famoso por atuar como o Power Ranger Verde na série Myght Morphin Power Rangers, a primeira a vir ao Ocidente. Posteriormente, o ator também viveu o papel do Ranger Branco.

Jason David Frank

Além disso, Jason retornou em outras temporadas da série, como em Power Rangers: Zeo e Power Rangers: Turbo (Ranger Vermelho), e Power Rangers: Dino Trovão (Ranger Preto). No filme reboot de Power Rangers em 2017, o ator também teve participação especial. Na década de 2010, o ator se dedicou à sua carreira em artes marciais, participando de lutas de MMA e construindo uma marca de itens esportivos.

Leia mais clicando aqui.

No UOL:

Fora da saga, Frank esteve na série “Undressed” (1999-2002), da MTV, e na cinebiografia do dublê John Stewart, um dos principais nomes da área em Hollywood. Em 2019, veio ao Brasil para participar do evento de cultura pop CCXP.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:
Neymar tem tatuagem de Power Ranger interpretado por ator que morreu

Jason David Frank

Georgia Quental (1939-2022)

•novembro, 20 2022 • Deixe um comentário

A atriz, modelo e Miss Georgia Quental faleceu no dia 19 de novembro de 2022, após sofrer uma parada respiratória, aos 83 anos de idade. A morte da atriz foi anunciada por amigos, através de suas redes sociais:


Georgia Quental

No site Memórias Cinematográficas:

(…) Embora nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul (em 23 de abril de 1939), Georgia Quental mudou-se muito cedo para o Rio de Janeiro (com apenas alguns meses de idade). E foi na então capital brasileira que ela começou a trabalhar como modelo, após ver um anúncio no jornal, em 1957. A jovem se inscreveu na seleção que pedia novas manequins, para ajudar a mãe com o orçamento.

Ela então foi contratada pela famosa Casa de Modas Canadá, uma loja elegante que vestia a elite carioca da época, onde também desfilaram nomes como Ilka Soares e Adalgisa Colombo (que venceu o Miss Brasil no ano de 1958).

Em 1959 Georgia Quental estreou na televisão, no programa de Cauby Peixoto, na TV Contintal. Ela também fez alguns trabalhos na Tupi, de Belo Horizonte, no mesmo ano.

Em 1960 ela tentou disputar o concurso de Miss Guanabara, representando o bairro do Flamengo, mas foi desclassificada por ser modelo profissional. Uma grande injustiça, já que Adalgisa Colombo, sua colega da Casa Canadá, havia vencido o Miss Brasil em 1958, e já tinha inclusive trabalhado no cinema.

Ainda em 1960 ela estreou no Teatro, em Alegoria Carioca.

Em 1962 ela finalmente concorreu ao Miss Brasil, representando o Rio Grande do Norte. Georgia, porém, não venceu o concurso.

(…) Na década de 70, também fez muitos filmes, são eles: Salário Mínimo (1970), Uma Pantera em Minha Cama (1971), A Filha de Madame Betina (1973), Oh que Delícia de Patrão (1974) e Com As Calças na Mão (1975).

Leia mais clicando aqui. Nos anos 80, Georgia fez parte do programa Sem Censura, na TVE.

Leia também:
http://www.elencobrasileiro.com/2014/01/georgia-quental.html

Hollywood Music in Media Awards 2022: Vencedores

•novembro, 20 2022 • Deixe um comentário

O Hollywood Music in Media Awards (HMMA) 2022 anunciou em 17.11.2022 seus vencedores para “music in the visual media”:

SONG – FEATURE FILM
– “Lift Me Up” from BLACK PANTHER: WAKANDA FOREVER. Written by Tems, Rihanna, Ryan Coogler, and Ludwig Göransson. Performed by Rihanna.

SONG – INDEPENDENT FILM
– “Applause” from TELL IT LIKE A WOMAN. Written by Diane Warren. Performed by Sofia Carson.

SONG – DOCUMENTARY FILM
– “Ready As I’ll Never Be” from THE RETURN OF TANYA TUCKER – FEATURING BRANDI CARLILE. Written by Brandi Carlile and Tanya Tucker. Performed by Tanya Tucker.

SONG – ANIMATED FILM
– “Ciao Papa” from GUILLERMO DEL TORO’S PINOCCHIO. Written by Alexandre Desplat, Lyrics by Roeben Katz and Guillermo del Toro. Performed by Gregory Mann

SONG – ONSCREEN PERFORMANCE (FILM)
– Billy Eichner – “Love Is Not Love” from BROS

SOUNDTRACK ALBUM
– ELVIS – Various Artists

SCORE – ANIMATED FILM
– Alexandre Desplat – GUILLERMO DEL TORO’S PINOCCHIO

SCORE – SCIFI FILM
– Danny Elfman – DOCTOR STRANGE IN THE MULTIVERSE OF MADNESS

SCORE – FEATURE FILM
– Terence Blanchard – THE WOMAN KING

SCORE – FANTASY FILM
– Simon Franglen – AVATAR: WAY OF THE WATER

SCORE – HORROR FILM
– Micheal Abels – NOPE

SCORE – INDEPENDENT FILM
– Emilie Levienaise – Farrouch – LIVING

SCORE – DOCUMENTARY
– Jessica Jones – THE TINDER SWINDLER

SCORE – INDEPENDENT FILM (FOREIGN LANGUAGE)
– Carlo Siliotto – CUANDO SEA JOVEN (Spanish)

MUSIC THEMED FILM, BIOPIC OR MUSICAL
– TÁR – Produced by Todd Field, Scott Lambert, Alexandra Milchan. Directed by Todd Field.

MUSIC DOCUMENTARY/SPECIAL PROGRAM
– KILLING ME SOFTLY WITH HIS SONGS – Produced by Danny Gold, Robert Bader, Lisa Lautenberg Birer, Mark Brown, Jay Firestone, Phil Ittner, Bruce Levine and Taryn Grimes. Directed by Danny Gold.

MUSIC SUPERVISION – FILM
– Anton Monsted – ELVIS

Veja mais categorias clicando aqui.

Nico Fidenco (1933-2022)

•novembro, 19 2022 • Deixe um comentário

Nico Fidenco

De acordo com o portal Terra, morreu durante a madrugada de 19.11.2022, aos 89 anos, o cantor e compositor italiano Nico Fidenco, segundo informaram os familiares:

A causa do falecimento não foi informada, apenas que ele ocorreu em Roma.

Além de canções para álbuns, o italiano era conhecido por criar trilhas sonoras para filmes de sucesso no país.

Leia mais clicando aqui.

Nico Fidenco era nome artístico de Domenico Colarossi, nascido em Roma em 24 de janeiro de 1933. No Wikipedia:

Ganhou considerável popularidade a partir da década de 1960 com o lançamento do single What a Sky (Su nel cielo), produzida para a trilha sonora do filme I delfini de Francesco Maselli. Autodidata em música, Fidenco fez algumas versões cover de canções-título de filmes para o mercado italiano. Com a canção Legata a un granello di sabbia, foi o primeiro cantor italiano a vender um milhão de cópias de um single.

Esse interesse pelo cinema o levou a ser um prolífico compositor de trilhas sonoras, incluindo trilhas para filmes de faroeste e muitas produções do cineasta Joe D’Amato. Ficou conhecido no Brasil com o single A Casa d’Irene, lançado em 1964, que recebeu uma versão em português gravada por Agnaldo Timóteo.

Leia mais clicando aqui.

Inside: Estreia em março de 2023

•novembro, 19 2022 • Deixe um comentário

A Focus Features lançou o trailer para o novo filme de Vasilis Katsoupis: “Inside”, estrelado por Willem Dafoe, será lançado nos cinemas em 10 de março de 2023.

Kymberly Herrin (1957-2022)

•novembro, 18 2022 • Deixe um comentário

Kymberly Herrin

De acordo com o site Monet, a modelo e atriz Kymberly Herrin, de ‘Os Caça-Fantasmas’ (1984) e ‘Um Tira da Pesada II’ (1989), morreu em 28.10.2022 aos 65 anos na Califórnia, EUA:

A famosa, que também foi capa da Playboy, faleceu pacificamente em sua casa no dia 28 de outubro, segundo publicações desta quarta-feira (16), de veículos como New York Post e Independent.

A causa da morte não foi divulgada, mas a família pediu doações para uma instituição de pesquisas de prevenção e tratamento do câncer de mama.

Kymberly interpretou a fantasma dos sonhos sensuais do personagem Ray Stantz, vivido pelo ator Dan Aykroyd em ‘Os Caça-Fantasmas’. Além disso, trabalhou nos filmes ‘Tudo por uma Esmeralda’ (1984), ‘Trânsito Muito Louco’ (1985), ‘Um Tira da Pesada II’ (1987) e ‘Matador de Aluguel’ (1989).

Também modelo, estrelou dezenas de capas de revistas, com destaque para as edições de setembro da Playboy de 1982 e 1983. A título de curiosidade, ela interpretou justamente uma coelhinha da Playboy em ‘Um Tira da Pesada II’. Kymberly ainda é lembrada por estrelar no videoclipe de ‘Legs’, do ZZ Top.

Leia mais clicando aqui.

Oscar 2022/2023: Quando Falta o Ar começa a batalha por uma vaga a Melhor Documentário

•novembro, 18 2022 • Deixe um comentário

Premiado no festival “É Tudo Verdade” em abril de 2022, o longa brasileiro “Quando Falta o Ar”, sobre a ação de profissionais do SUS durante a pandemia, foi filmado no Hospital das Clínicas (São Paulo), no UBS do Morro da Conceição (Recife), no Hospital Municipal de Castanhal e em Igarapé Miri (Pará), no Complexo Penitenciário Lemos de Brito, em Salvador (Bahia), e no SOS Funeral, em Manaus (Amazonas). O filme é uma parceria entre a médica Helena Petta e sua irmã, a cineasta Ana Petta, que co-dirigem a produção.

“Quando Falta o Ar” inicia em novembro de 2022 sua campanha pelo Oscar 2022/2023 em sessões especiais nos Estados Unidos, incluindo Los Angeles, com a presença de Wagner Moura. A produção está elegível para tentar uma vaga na categoria de Melhor Documentário: a lista de pré-selecionados será divulgada oficialmente pela Academia em dezembro de 2022, e as indicações finais ao prêmio serão anunciadas em 24 de janeiro de 2023.

A estreia nos cinemas brasileiros está prevista para fevereiro de 2023.

Lizette Negreiros (1940-2022)

•novembro, 17 2022 • Deixe um comentário

Lizette Negreiros

De acordo com o site Observatório da TV, a atriz Lizette Negreiros faleceu em 16.11.2022 aos 81 anos. A informação foi confirmada pela CCSP (Centro Cultural São Paulo), onde a artista atuava como curadora de Teatro Infantil e Jovem:

“Certamente sua amizade, generosidade, dedicação e os dias compartilhados conosco ficarão para sempre em nossa memória. O Centro Cultural São Paulo agradece por sua dedicação incondicional ao longo dos últimos 30 anos, ajudando na construção do Teatro, da arte negra e da cultura brasileira”, escreveu a instituição em uma publicação no Twitter.

Seu último trabalho foi no longa Três Tigres Tristes, que ainda não foi lançado. Com uma carreira de sucesso, Lizette Toledo de Negreiros atuou na TV Tupi, Record TV e Bandeirantes. Ela esteve no elenco de tele-teatros, minisséries e novelas, como Os Ossos do Barão (1997), Alma de Pedra (1998), Moinhos de Vento (1983), Os Imigrantes (1981), Papai Coração (1976), Canção para Isabel (1979), Como salvar meu casamento (1979).

A atriz também atuou no teatro e no cinema e esteve em produções como o filme A Negação do Brasil (2001), de Joel Zito Araújo.

Lizette Negreiros

Leia mais clicando aqui.

O velório acontecerá na Sala Jardel Filho, no CCSP, a partir das 14h de 17.11.2022.

Leia também:
Atriz Lizette Negreiros, referência do teatro brasileiro, morre aos 81 anos em SP
O Retrato do Bob: Lizette Negreiros

No site Memórias Cinematográficas:

Nascida em Santos, no dia 04 de dezembro de 1940, ela começou a carreira como cantora nos programas de calouros das rádios de Santos. Depois ingressou no teatro amador, até se profissionalizar com a montagem de Morte e Vida Severina (1969).

Na televisão, estreou na novela Canção Para Isabel (1976), na TV Tupi. Ela também atuou em Papai Coração (1976) e viveu a divertida empregada Zita em Como Salvar Meu Casamento (1979). Sua personagem era uma doméstica que sonhava em ser cantora, e se apresentou no programa de Raul Gil.

No cinema, atuou em Eles Não Usam Black-Tie (1981), O Baiano Fantasma (1984), A Hora da Estrela (1985), Sonhos Tropicais (2002) e Três Tristes Tigres (2022).

Leia mais clicando aqui.

Lizette Negreiros

Magic Mike’s Last Dance: Estreia em fevereiro de 2023

•novembro, 17 2022 • Deixe um comentário

A Warner Bros Pictures lançou o trailer para o novo longa de Steven Soderbergh. Com estreia prevista nos cinemas para 08 de fevereiro de 2023, “Magic Mike’s Last Dance” tem Channing Tatum e Salma Hayek no elenco.

Bilheteria Brasil – 13.11.2022

•novembro, 16 2022 • Deixe um comentário

Na primeira lista, os números (em reais) das bilheterias do cinema no Brasil no final de semana de 10 a 13.11.2022:

Na lista abaixo, os números da bilheteria brasileira de 2022 acumulada (em milhares de reais) até 13.11.2022:

Fonte:
http://www.filmeb.com.br/

John Aniston (1933-2022)

•novembro, 16 2022 • Deixe um comentário

John Aniston

De acordo com o site da revista Veja, o ator greco-americano John Aniston, pai da também atriz Jennifer Aniston, faleceu em 11.11.2022:

“Doce papai…⁣ John Anthony Aniston. Você foi um dos seres humanos mais bonitos que eu já conheci. Estou muito grata por você ter subido aos céus em paz – e sem dor”, escreveu Jennifer.

Aniston ficou famoso ao interpretar Victor Kiriakis na longeva telenovela americana Days of Our Lives — que, curiosamente, é parte da trama de Friends: o personagem Joey atua na novela, interpretando um papel inventado para a série. John Aniston nasceu na Grécia e se mudou para Pensilvânia, nos Estados Unidos, com a família quando ainda era criança. Lá ele se formou em artes cênicas na Pennsylvania State University, e logo em seguida serviu a Marinha como oficial de inteligência.

Leia mais clicando aqui.

Jennifer Aniiston e o pai John Aniston

Isabel (1960-2022)

•novembro, 16 2022 • Deixe um comentário

Isabel

De acordo com o portal G1, uma das maiores referências da história do vôlei brasileiro, Maria Isabel Barroso Salgado, a Isabel, morreu nesta quarta-feira, 16.11.2022, no hospital Sírio-Libanês em São Paulo:

A causa da morte ainda não foi divulgada.

Isabel disputou duas Olimpíadas (Moscou 1980 e Los Angeles 1984) no vôlei de quadra e depois, no início dos anos 1990, migrou para o vôlei de praia, em que foi uma das pioneiras mundiais da modalidade. Deixa cinco filhos e cinco netos.

Na última segunda-feira, 14.11.2022, havia sido anunciada como integrante do grupo técnico de esportes para a transição de governo do presidente Lula, que assumirá o país em janeiro de 2023.

Leia mais clicando aqui.

No UOL:

A morte foi confirmada pela produtora de cinema Paula Barreto, em mensagem no grupo Esporte Pela Democracia. “Fiz um call com ela na segunda-feira. Ela estava super gripada. Falei para ela ir a um hospital, ela me disse que já tinha ido e testado negativo para Covid. Na segunda a noite foi dormir passou mal. Deixou para ir para o hospital Sírio na terça de manhã. Quando acordou na terça já estava bem pior. Internou no Sírio já no CTI. Detectaram uma bactéria que já tinha tomado todo o pulmão. Foi entubada e teve uma parada cardíaca às 4h da manhã de hoje”, escreveu Paula. À coluna, a produtora informou que recebeu a informação da irmã da Isabel, Inês, que é figurinista de um filme que ela está rodando.

Leia mais clicando aqui.

Na matéria do G1:

Isabel fez parte da seleção feminina de vôlei que abriu as portas para a modalidade, nos anos 1980, ao lado de Vera Mossa e Jaqueline. Embora não tenha ganho medalha nas Olimpíadas que disputou, em Moscou 1980 e Los Angeles 1984, aquela equipe foi a primeira da história do país a disputar grandes competições. Foi medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 1979, em San Juan, Porto Rico. Foi, também, a primeira jogadora brasileira de vôlei a atuar numa liga estrangeira, na Itália, em 1980, no Modena, quando viajou para a Europa com sua filha Pilar, recém-nascida.

Uma entrevista de 2016…
Isabel Salgado: bela, poderosa e do vôlei – Revista Trip

Leia também:
Como Isabel nos ensinou que a vida não tem contrário, por Milly Lacombe

Isabel e o filho Alison:

Isabel teve pequenas passagens pelo cinema, como ela mesma, como no filme “Como Ser Solteiro”, além do documentário “Mulheres Olímpicas”, dirigido por Laís Bodanzky.

Isabel chegou ao Flamengo com 12 anos. Já adulta, ganhou quatro cariocas, dois brasileiros (1978 e 1980) e um sul-americano em 1981 pelo clube. Ficou até 1983 e voltou, mais tarde, como treinadora.

Isabel no Flamengo

Depoimentos e homenagens:

Léo Oak: Falecimento

•novembro, 15 2022 • Deixe um comentário

Léo Oak

De acordo com o site do jornal Extra, o médico e ator pornô Léo Oak morreu em 13.11.2022 aos 30 anos. Ele era famoso por produzir conteúdo adulto junto com o namorado, Daniel Toro:

Foi o companheiro do ator que divulgou a informação nas redes sociais. “Ontem a vida me tirou a pessoa mais importante do mundo pra mim! Em segundos meu Mozao se foi pra sempre, e tô eu aqui sem chão, sem ar, sem brilho e sem saber o que fazer… pois eu nunca mais vou poder abraçar ele todos os dias e dizer o quanto amo ele, sentir o cheirinho dele deitado no meu peito vendo série… é uma dor dilacerante“, escreveu Toro em uma publicação no Instagram.

“Eu queria uma vida inteira ao seu lado até ficarmos velhinhos, infelizmente só pudemos ter três anos juntos… mas foram os três anos mais felizes da minha vida! Passe o tempo que passar e esteja você onde estiver, jamais deixarei de te amar com todas as fibras do meu ser“, finalizou.

A causa da morte não foi informada. Segundo o namorado, houve um velório de duas horas em São Paulo antes do corpo ser transferido para Sana Catarina, terra de Léo.

A noticia foi encontrada aqui.

No site Observatório dos Famosos:

Toro explicou que o marido estava vindo de uma rotina muito estressante no trabalho e não tinha sono regular. “Eu acho que ele deve ter dormido no volante e batido o carro. Ele não tinha o sono regular, tinha uma condição chamada narcolepsia. E dormia com muita facilidade. Chamaram o resgate, mas ele já tinha ido a óbito no próprio local”, lamentou.

Léo Oak e Daniel Toro

Quando recebeu a notícia da morte de Léo Oak, Daniel ligou para a família de seu marido. “Os pais dele são de muita idade. Então, primeiro liguei para o irmão mais velho dele. Falei: ‘Não vou nem me atrever a ligar para os seus pais, nunca os conheci e não sei nem como dar uma notícia dessas’. Ele disse que conversaria com os pais e pegaria um voo para vir para São Paulo. Ele chegou e fomos à delegacia e, no dia seguinte, tivemos que fazer o reconhecimento do corpo no IML”, contou.

O corpo de Léo foi sepultado em Criciúma, sua terra natal em Santa Catarina. Daniel Toro disse que optou por não ir ao enterro. “O sepultamento deve estar acontecendo por agora em Criciúma. Eu me despedi dele como pude. Estar lá só prolongaria mais o sofrimento. Nunca fui uma pessoa de planejar um casamento para o resto da vida e com o Léo eu queria uma vida inteira, até ficar velho junto. Nada vai se igualar ou chegar perto ao que nós tivemos. Vou me apegar nisso, nas nossas palhaçadas e brincadeiras”, explicou.

Leia mais clicando aqui.

Festival de Alter do Chão 2022: Presencial e online de 16 a 20.11.2022

•novembro, 14 2022 • Deixe um comentário

A 4ª edição do Festival de Cinema de Alter do Chão 2022 será realizada de 16 a 20 de novembro de 2022:
– presencialmente, em Alter do Chão, na Praça 7 de Setembro
– online, através da plataforma de streaming exclusiva FestAlterPlay (é só entrar e cadastrar-se gratuitamente para ter acesso a todo o conteúdo, inclusive das edições anteriores, de 2020 e 2021, com filmes, palestras, debates e música, entre outros).

Mais informações em:
http://festivaldealterdochao.com.br/

John Wick: Capítulo 4 da saga de Keanu Reeves estreia em março de 2023

•novembro, 13 2022 • Deixe um comentário

A Lionsgate lançou o trailer do novo longa de Chad Stahelski que dá continuidade à saga estrelada por Keanu Reeves. “John Wick: Chapter 4” tem no elenco, além de Reeves, nomes como Donnie Yen, Bill Skarsgård, Laurence Fishburne, Lance Reddick, Clancy Brown, Scott Adkins, Hiroyuki Sanada e Ian McShane. A estreia nos cinemas está prevista para 23 de março de 2023.

Francisco Gregório Filho (1949-2022)

•novembro, 12 2022 • Deixe um comentário

Francisco Gregório Filho

De acordo com o site Contilnet, morreu na tarde de 12.11.2022 no Rio o ativista cultural, escritor, diretor e ator acreano Francisco Gregório Filho, que foi presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), no Acre, durante a gestão de Flaviano Melo, de 1987 a 1990:

Francisco Gregório nasceu em Rio Branco, quando o Acre ainda era Território Federal, mas cedo transferiu-se para o Rio de Janeiro. Era funcionário público federal. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família.

Francisco Gregório Filho nasceu em Rio Branco, Acre, no dia 30 de março de 1949. Cresceu por entre os bairros da Capoeira, Cerâmica e o Centro da cidade. Frequentou a Escola Infantil Menino Jesus e a Escola Primeiro de Maio, onde completou o primário. Iniciou o ginásio no Colégio Nossa Senhora das Dores e concluiu no Colégio Acreano. O secundário foi iniciado na Escola Técnica de Comércio Acreano, mas foi no Rio de Janeiro, na Escola Técnica de Botafogo, que se diplomou contador. Em 1975 formou-se em Artes Cênicas na Escola de Teatro da Federação das Escolas Federais Isoladas do Estado do Rio de Janeiro (Fefierj), atual Unirio.

Nos idos da década de 1960, em Rio Branco, participou de diversos grupos de teatro, tendo sido inclusive secretário geral da Casa do Estudante do Acre. Quando a família se mudou para o Rio de Janeiro, em 1968, participou ativamente do Teatrinho Azul e dos movimentos artísticos do Museu de Arte moderna (MAM).

Em 1972, criou o grupo Ensaio de Teatro, com o qual participou da montagem do espetáculo “Aquele que diz sim e aquele que diz não”, de Bertold Brecht. O espetáculo foi apresentado em diferentes universidades, até em clubes de Rio Branco, Acre. Nesse mesmo período integrou o elenco do musical “Em torno da palavra homem”, uma coletânea de poetas brasileiros. Em 1973, dirigiu e atuou em espetáculos com grupos de jovens em diversos municípios do Acre. Ainda nessa época, desenvolveu programas nas rádios Difusora e Andirá.

Francisco Gregório Filho

Em 1974, dirigiu os ensaios da peça “Como castrar seu porco chauvinista ou só engorda quem negocia”, de Marcílio Moraes, que foi proibida pela censura no dia de sua estreia.

Leia mais clicando aqui.

 
%d blogueiros gostam disto: