[Resenhas] James Brown

FB_IMG_1432219666731

A versão do diretor Tate Taylor para a biografia de James Brown demorou muito para chegar ao circuito brasileiro, e quando chega… somente um cinema do Rio a exibe. Por quê? Por que motivo, se há tantas pessoas que podem se interessar pelo filme, se fez tanto sucesso no último Festival do Rio, se é um filme tão gostoso de ser assistido?

O diretor do igualmente excelente “Histórias Cruzadas” construiu com um misto de delicadeza e intensidade um grande filme. Não bastasse o poder de fogo de suas canções e a história de vida complicada, “Get On Up” (título original) conta com a interpretação impressionante de Chadwick Boseman, definitivamente uma escolha perfeita para o papel. Ainda que quase todas as canções apareçam com a voz original de Brown, Boseman canta e dança com a fluidez e a alegria necessária para passar veracidade, ainda que fisicamente o ator não se pareça tanto (inclusive a altura, pois Boseman tem 1,83m e Brown apenas 1,68m…).

Tudo funciona bem: o afinado elenco (destaque para Viola Davis e Octavia Spencer, que também trabalharam com o diretor em “Histórias Cruzadas”) , a caracterização de época, a trilha tão óbvia quanto espetacular, a ótima fotografia, o impressionante Boseman… mas, em especial, o maior destaque é o trabalho de um diretor de 45 anos (que também é ator e fez um pequeno papel em “Inverno da Alma”) que, em menos de quatro anos, colocou na praça dois grandes filmes.

Talvez o único porém do filme sejam os desnecessários (e felizmente poucos) momentos em que o protagonista fala diretamente com o espectador. Atenção para a cena com ‘The Rolling Stones” (Mick Jagger é um dos produtores do filme).

Tente assistir e emocione-se. James Brown era Deus, mas era um ser humano cheio de virtudes e cheio de defeitos também. E também repleto de “(Get up I feel like being a) Sex Machine”, “Papa’s Got a Brand New Bag”, “I Got You (I feel good)”, “It’s a Man’s Man’s Man’s World”, “Please, Please, Please”… Me senti muito feliz durante todo o filme e chorei muito quando o filme terminou…

Tommy Beresford

_james

~ por Tommy Beresford em maio, 21 2015.

Uma resposta to “[Resenhas] James Brown”

  1. EXCEPCIONAL!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: