[Resenhas] O Ritual

Confesso que assisti a “O Ritual” na Maratona Odeon “mais pra lá do que pra cá”: era o segundo filme, em plena madrugada. Como Anthony Hopkins tem feito filmes também “mais pra lá do que pra cá”, não foi um prejuízo muito grande.

Hopkins dessa vez interpreta um padre galês de Roma especialista em… exorcismos. O padre tem que fazer um aspirante ao sacerdócio (Collin O’Donoghue, em boa interpretação) acreditar na existência do diabo. Há uma vertente psicológica — a discussão sobre possessão e esquizofrenia –, aparece uma jornalista que pesquisa o assunto (Alice Braga) e até uma participação de Rutger Hauer (o pai do padre aspira).

O problema é que o filme se leva muito a sério. Até começa bem, mas vai se perdendo aos poucos. A trama foi inspirada em fatos reais (Matt Baglio escreveu a obra depois de experiências vividas num seminário de padres exorcistas na mesma Roma). Mesmo a máxima “experiências anteriores influenciam nossas decisões futuras” fica meio perdida em meio a sustos esforçados mas meio esquisitos, risadas histéricas que acordam o espectador que estava dormindo muito bem no ar condicionado do cinema: pois é, o filme acaba provocando… sono. Pronto, mais justificado impossível. Mesmo ótimo, nem Hopkins torna o filme excelente, apenas aconselhado a quem gosta do gênero terror (o que o filme não chega totalmente a ser), bem temperado com suspense psicológico.

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em fevereiro, 09 2011.

Uma resposta to “[Resenhas] O Ritual”

  1. Um filme muuuuuiiito chato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: