[Resenhas] O Protetor

_oprotetor

Quando “O Protetor” começa, a impressão que o cinéfilo tem é de que o filme vai durar umas 4 horas… Tudo é muito devagar, cuidadoso, quase metódico como Bob, o personagem principal do filme. Com o passar do tempo, percebemos que a ideia é mesmo essa, e que essa forma cadenciada na verdade nos prepara para um grande filme.

Sim, há muita violência, e dessa vez sangue demais. Mas depois de tantos filmes de super heróis nos que povoaram esses primeiros 14 anos de século 21, o Bob interpretado brilhantemente por Denzel Washington é o herói que de fato muita gente faz propaganda por aí: cotidianamente cordato, guarda dentro de si uma força de percepção e coragem que o faz resolver o melhor momento (e quanto tempo dura) uma vingança ou um ato para resolver uma situação de conflito. A questão ética sobre o que Bob de fato representa e se ele tem o direito de realmente agir assim fica por conta do espectador.

O fato é que o diretor Antoine Fuqua se cercou de um ótimo elenco para interpretar um bom roteiro (baseado em “The Equalizer”, uma série da TV americana dos anos 1980). Há excessos, como a forma (mais uma vez) estereotipada de enxergar os vilões russos, mas Denzel Washington e Chloë Grace Moretz (esta em pequena mas ótima participação) são um grande trunfo. Vale lembrar que o diretor Fuqua dirigiu Denzel em “Dia de Treinamento” (2001), filme pelo qual o ator levou seu segundo Oscar, desta vez em papel principal. Vencedor de dois Ursos de Prata em Berlim, dois Oscars, dois Globos de Ouro e até um Tony no teatro, Denzel é sem dúvida um dos melhores atores americanos em atividade.

Mais importante que tudo é o tom de suspense que o diretor consegue imprimir, auxiliado por uma competente trilha sonora, cativando o espectador. Compre sua pipoca e aproveite.

Tommy Beresford

the-equalizer-publicity-still

~ por Tommy Beresford em setembro, 29 2014.

2 Respostas to “[Resenhas] O Protetor”

  1. Este filme tem-me ficado ao lado. Fiquei tão desiludida com os últimos filmes do Denzel que nem sequer quis dar uma oportunidade a este, mas a tua crítica deixou-me curiosa!

  2. Um excelente suspense, acima da média do que se anda exibindo por aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: