[Resenhas] Homem de Ferro 3

homem+de+ferro+3+papeis+de+parede

Dos três filmes da franquia Homem de Ferro, o terceiro talvez seja o mais fraco. Talvez a razão seja o vilão, bastante poderoso mas sem carisma (apesar da boa atuação de Guy Pearce), mas provavalmente a “culpa” maior é de termos assistido ao excelente “Os Vingadores” poucos meses atrás, o que elevou expectativas e a vontade de que os heróis se reúnam de novo. Ver Tony Stark de volta a seu “mundinho” (epa, “mundão”, mas vocês entenderam) pode gerar no cinéfilo um sentimento algo enfadonho.

O fato é que a primeira meia hora de Homem de Ferro 3 chega a ser maçante para quem apenas quer ação: cansativo e ligeiramente sem ritmo no início, o filme melhora substancialmente a partir da “cena da mansão”. Downey Jr, sem dúvida, é o grande destaque, humanizando um pouco seu garboso protagonista: Tony Stark agora aparece muito mais tempo fora do uniforme, mostrando suas dificuldades para dormir, imensamente atormentado quando pensa na recém-mistureba de alienígenas, super-humanos, deuses, um homem comum que se transforma em um ser verde musculoso (a trama de “Homem de Ferro 3” se passa pouco depois da batalha escalafobética entre “Os Vingadores” e Loki), além de enfrentar sua própria crise doméstica.

Gwyneth Paltrow, como sempre, dá apenas pro gasto, mas vale a menção de que sua Pepper ganhou mais cenas. Notem a participação de Ben Kingsley, numa excelente concepção de um personagem surpreendentemente tolo: o Mandarim remete aos Bin Ladens da vida, mas soa mais farsesco do que deveria. O ótimo Don Cheadle fica meio perdido, mas não compromete. Ainda no elenco, Rebecca Hall “quase” se destaca em um personagem fraco.

O auge do filme vem bem antes de seu final apoteótico, nas cenas em que Robert Downey Jr contracena com o jovem ator Ty Simpkins, interpretando Harley Keener. Com ótimos diálogos, o pequeno Ty rouba a cena, em uma sequência que muda um pouco o estilo do filme, lembrando até um pouco o diretor Joe Dante, que reunia com maestria humor e fantasia. Outra cena que se destaca é a do “salvamento aéreo”, ao assistir você entenderá porquê: num filme excessivamente escuro (culpa do 3D ?), é na claridade que o Iron Man mostra-se mais interessante.

Observem também as inevitáveis citações a “Os Vingadores” — nestes momentos, o espectador tem um certo frisson ao lembrar do filme que reuniu os grandes super-heróis…

Compre sossegado sua pipoca e vá assistir: o 3D é dispensável, mas a computação gráfica, cada vez mais fantástica, vale o ingresso. Não deixem de assistir aos créditos até o final — eu disse ATÉ O FINAL. Há uma cena adicional e uma frase final. A cena adicional você poderia até perder (mas não perca !), mas a frase final… não se atreva.

Tommy Beresford

Leia também:

[Resenhas] Homem de Ferro
[Resenhas] Homem de Ferro 2
[Resenhas] Os Vingadores

HFERRO3

~ por Tommy Beresford em abril, 30 2013.

Uma resposta to “[Resenhas] Homem de Ferro 3”

  1. Concordo que dos três filmes seja o mais fraco. Baseado nos trailers e o que os fãns de Homem de Ferro (HQ) gostariam de ver eu esperava um filme um pouco mais sério. Não que chegasse em um nível da nova trilogia de Batman, mas pelo menos algo mais psicológico e não o que foi mostrado. Achei o começo do filme muito bom e então passou a ficar um tanto infantil. Garoto prodígio e Tony Stark dando uma de agente secreto ficou um pouco pequenos espiões. Coisas como o presidente dos EUA ser capturado e ninguém a não ser Tony Stark ir atrás dele (SHIELD e demais, cadê?) poderiam ter sido revisadas. Agora a cena com todas as armaduras é épica, sem discussão. O filme não chega a ser horrível, mas poderia ter sido muito melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: