[Resenhas] Mamma Mia! – O Filme

Bastariam as cenas (sim, no plural) em torno de “Dancing Queen” para tornar “Mamma Mia” um filme que vale o ingresso. A primeira delas, com uma multidão de mulheres cantando a plenos pulmões nas belas locações gregas escolhidas para o filme, é uma das sequências mais deliciosas que apareceram na telona nos últimos anos.

Mas “Mamma Mia” é muito mais que isso. Um prato cheio para rir e também para se emocionar (destaque para a sequência que envolve – literalmente – mãe e filha na preparação da noiva para o casamento), o filme tem o poder de agradar em cheio não somente os que têm mais de 30 anos (que um dia curtiram e até dançaram as inúmeras canções das vozes afinadas do grupo ABBA, e que até hoje tocam nas casas noturnas) mas todo aquele que procura um ótimo entretenimento. Os mais jovens não terão do que reclamar, e podem até achar que “Hung Up”, sucesso com Madonna, foi usada no filme: na verdade, a canção é “Gimme, Gimme, Gimme!”, “sampleada” pela musa pop. Claro que há os que não toleram filmes “cantados”, mas estes sabem – ou pelo menos deveriam saber – que, se não gostam, melhor ficar em casa resmungando, como sempre, que o mundo não tem nada de divertido.

Sucesso como musical da Broadway, também no filme de Phyllida Lloyd é o elenco que canta (e bem, embora nem todos sejam exímios cantores) os sucessos do grupo. Amanda Seyfried, em boa atuação, tem o brilho nos olhos e a vitalidade necessária para encarnar a protagonista que causa toda a confusão do filme, num roteiro simples e de fácil entendimento.

Meryl Streep é realmente uma atriz fabulosa. Prestes a completar 60 anos, encarna com vigor e grande juventude um papel que tem tudo para aumentar seu recorde de indicações ao Oscar (já são 14, das quais venceu duas) e sua prateleira de Globos de Ouro (levou 6, em 21 indicações). Em mais uma experiência musical (já cantou em vários de seus filmes), seu solo para o clássico “The Winner Takes It All” é um dos momentos mais emocionantes do filme. Destaque também para os momentos mais íntimos entre mãe e filha nas horas que antecedem o casamento: prepare os lenços.

O grupo de coadjuvantes é poderoso, e portanto não tinha como não funcionar bem: de Colin Firth a Christine Baranski, passando por Stellan Skarsgard e Dominic Cooper, tudo funciona muito bem num elenco onde Julie Walters (de “Billy Elliot”), quase irreconhecível, reina absoluta num visual esfuziante, esbanjando como sempre seu enorme talento. Até Pierce Brosnan, muitas vezes rotulado como canastrão, está muito bem: se não canta tão bem, pelo menos não compromete, e faz belo dueto com Streep.

Não perca. E não perca também os créditos: justamente o segundo momento de “Dancing Queen” no filme é um bônus hilário que não pode deixar de ser assistido – e fique até o final, quando você pensar que acabou, tem mais. Com salas lotadas e muita gente entusiasmada comentando na saída, tem tudo para ser grande sucesso de bilheteria.

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em setembro, 15 2008.

11 Respostas to “[Resenhas] Mamma Mia! – O Filme”

  1. O filme e otimo e eu que nunca gostei do ABBA depois que vi o filme estou apaixonada, galera vale a pena assistir e otimo.

  2. imperdivel
    sate melhor que a peça da Broadway por conta das locações nas Ilhas Gregas.
    E a música…

  3. Ja era fa de meryl streep, mas agora sou ainda mais. vale a pena assistir ao filme.

  4. Legal Esses comentários me convenceram a assistir o filme com meus amigos, que queriam assistir e eu não. OBRIGADA ! Bjin♥

  5. É sensacional. Como fanático pelo ABBA na década de 70, achei excelente. A Meryl Streep… que primor de atriz…e como canta? até achava que não era ela, que era dublagem…
    Parabéns pelo blog!!!
    um abraço do
    Ed

  6. Para todos os fãs dos filmes musicais. Este une a musica do ABBA ao talento de Meryl Streep em papel fora do seu elemento e dá um show. Dá vontade de sair dançando do cinema.

  7. Como diriam as chamadas da Globo para os filmes da sessão da tarde “esse filme é pura confusão!” 🙂
    Mas uma confusão fan-tás-tica. Não bastassem as locações e as músicas velhinhas (e bem legais) do ABBA, Meryl Streep, como sempre, dá show.

  8. amei esse filme……muito bom

  9. Realmente, juntou as musicas maravilhosas do ABBA, com o trabalho perfeito da Meryl Streep, o filme ficou 10!

  10. Amei esse filme, com a Meryl Streep e Pierce Brosnan nele fico ótimo, fizeram um ótimo trabalho Nota 1000

  11. Esse filme é muirto deivertido, bom e legal. 🙂
    O papel da Merly Streep é muito bom.
    Parabéns para os criadores.
    Nota:100000000000000000000

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: