[Resenhas] O Exterminador do Futuro: Gênesis

_genesis_c

Em 1984, o que havia ? Um orçamento de menos de 6 milhões e meio de dólares, um roteirista e diretor ainda começando uma carreira brihante e que vinha de um filme chamado “Piranhas 2”, James Cameron… Mas havia uma ótima história, um Arnold Schwarzenegger em plena forma, pronto para encarnar um vilão. Mais que isso: era um tempo em que tudo era possível no cinema, inclusive histórias que focassem no eterno frisson do ser humano: o vai e vem entre passado, presente e futuro.

Tudo deu certo. “O Exterminador do Futuro”, lançado em 1984 e premiado no Festival de Cinema Fantástico de Avoriaz em 1985, foi um enorme sucesso e geraram  continuações em 1991, 2003 e 2009 que juntos renderam mais de US$ 1,4 bi mundo afora. O também excelente segundo filme, que conquistou ainda mais fãs, com efeitos especiais muito mais caprichados quase uma década depois, ganhou 4 estatuetas na cerimônia do Oscar de 1992 (Efeitos Visuais, Edição de Som, Mixagem de Som e Maquiagem — aliás, um mesmo filme levar 4 Oscars é um feito raro nas premiações da Academia nos últimos anos…). Cameron pulou então fora da franquia (e seus dois filmes a seguir como diretor seriam grande sucesso: em 1994, o divertidíssimo “True Lies”, também com Schwarzenegger, que deu o Globo de Ouro a Jamie Lee Curtis, e em 1997 o clássico super premiado “Titanic”). Os filmes seguintes da franquia tiveram a direção de Jonathan Mostow (“Terminator 3: Rise of the Machines”) e Joseph McGinty Nichol (“The Terminator Salvation”, com Christian Bale), que fizeram menos sucesso e poucos se lembram de fato da história…

Com quatro filmes, porém, parecia que havia esgotado a fórmula. Mas eis que 2015 nos traz “Gênesis”, onde Schwarzenegger volta a 1984 e… Não, não é uma refilmagem, mas um novo olhar sobre o que poderia acontecer com a história se… Que fiquem as reticências… A crítica especializada certamente não vai gostar, uns porque dirão que está se mexendo num clássico (o que não é verdade), outros porque vão achar que tudo que poderia ser contato “já deu” e nada de novo é de fato contado.

Pois eu achei o filme muito bom, e me emocionei (oi?) no início da projeção, por lembrar de cenas do primeiro filme, ainda que jogando o máximo de atenção para tentar entender como a história que ficou em minha memória num passado tão distante se transformou no século 21. Emilia Clarke (de “Game of Thrones”) encarna uma Sarah Connor com frescor (d)e coragem, respeitando a protagonista eternizada por Linda Hamilton: Emilia é a melhor em cena, disparado. Jai Courtney (da série “Spartacus”) faz o personagem que era de Michael Biehn em 1984 e, se não brilha, também não compromete. Já Jason Clarke é mais caricato em seu John Connor. J.K. Simmons tem poucas sequências mas rouba a cena sempre que aparece. Mas é Schwarzenegger quem garante o sorriso do espectador, seja nas aparições “com 30 anos a menos”, à custa dos efeitos especiais, seja no humor discreto que dá a seu personagem principal, com direito a “I’ll be back”.

É curioso tentar comparar o filme produzido em pleno século 21 com o de 31 anos atrás: nem a sombra de uma bunda pode aparecer no filme “moderno”, e olha que há três momentos de nudez totalmente necessários à história. Os anos 80, sem dúvida, eram mais ousados, menos pudicos, sem a onda do politicamente moderno e do “pudor” conservador que se anuncia nessas primeiras duas décadas do século. Em compensação, com tantos e tantos milhões de dólares de orçamento, não faltam efeitos especiais de qualidade para os que vão à sala escura em busca apenas de entretenimento.

Recomendo, e traz a vontade de rever os anteriores, especialmente o primeiro. Compre sua pipoca, viaje à vontade (e com atenção) entre 1984 e 2029 e boa diversão.

Tommy Beresford

genisys-trailer-1

~ por Tommy Beresford em julho, 07 2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: