[Resenhas] Meia Noite em Paris

Romantismo é o que não falta em “Meia Noite em Paris”, novo filme de Woody Allen. Mas o filme não é uma comédia romântica como muitos estão acostumados. Filmar em Paris e optar por uma boa dose de realismo fantástico trouxe um frescor que não contrasta com a atmosfera de época porém não tolamente saudosista: Allen não cai em ciladas turísticas nem abusa dos clichês.

A escolha de Owen Wilson mostrou-se acertada: o diretor é mestre em provar para as pessoas que alguns atores considerados “improváveis” são talentosos o suficiente para, nas mãos de um ótimo diretor, poderem brilhar. O elenco coadjuvante, em especial os que fazem pontas como grandes nomes das artes mundiais do início do século 20, também estão ótimos, com destaque para Adrian Brody, fantástico. Isso sem falar de Marion Cottilard, maravilha de ver e ouvir.

Impossível não lembrar do clássico “A Rosa Púrpura do Cairo”. “Meia Noite em Paris” talvez não chegue a tanto. Mas arte, fantasia e cotidiano misturam sonho e pé no chão neste delicioso e imperdível filme deste grande diretor.

Fica apenas a dúvida: será que Ernest Heminghay, Pablo Picasso, Gertrude Stein, Zelda e Scott Ftizgerald, Cole Porter, Henri Matisse e Luis Buñel são ou serão (re)conhecidos por esta nova geração ? Tomara que sim. Mas…

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em junho, 29 2011.

3 Respostas to “[Resenhas] Meia Noite em Paris”

  1. Apessar de ser um bom filme, Woody Allen não ousou como na “Rosa Púrpura do Cairo”, ele embarcou numa estória as avessas, nem sempre satisfatória. O elenco é o grande trunfo do filme. Já vi coisas melhores do mestre.

  2. Ah, tomara mesmo!!

  3. Assino embaixo de tua resenha amigo Tommy: pra mim, vc destacou exatamente o que gostaria: a lembrança de “A Rosa Púrpura…”, o bom desempenho de Owen Wilson (minha única “preocupação” com a película), e um Dalí fantástico de Adrien Brody.
    Que delícia de filme! Claro, menos importante que vários outros de Allen mas cativante, bonito, sonhador… O roteirista consegue criar uma mágica inesperada – e até simples – na Paris de hoje em dia. Como é difícil encontrar filmes como este…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: