[Resenhas] Harry Potter e a Ordem da Fênix

Prólogo

Me recusei a chegar no cinema para ver Harry Potter e a Ordem da Fênix com mais de uma hora de antecedência. Cheguei às 23:10h (morar perto de cinema tem dessas coisas).

Sábia decisão. A fila estava modesta e tranquila, cerca de 50 pessoas (sempre com aquele potencial para chegar a 100 – não chegou a tanto, mas inchou para umas 80 no decorrer da espera). Minha posição na fila era bastante confortável: além de sentar no chão, podia me apoiar numa pilastra, e estava bem à frente da bomboniere (o que era bom e ruim ao mesmo tempo, depois percebi).

Tudo bem cronometrado: comprei a pipoca-mega (só a pipoca: dou R$ 6 numa mega, mas me recuso a dar R$ 2,50 num refri de 400ml) às 23:35h. Sábia decisão: logo em seguida começou a fila dos pipoquentos, que começou a cruzar a fila dos que estavam esperando para entrar. Rolou um stress ligeiro (sempre tem alguém pronto a furar a fila), mas sem consequências daninhas: ninguém jogou pipoca na cabeça de ninguém.

O pessoal do cinema não tinha problemas em organizar a fila. Os que chegavam começaram a subir a escadaria, evitando o encontro com o povo do início da mesma. Sábia decisão: tudo calmo, tudo tranquilo.

Estatisticas

Alguns números (tudo chute, evidentemente):

– uns 70% eram homens, mesmo em dia de Galvão e Romário fazendo tabelinha na semifinal da Copa América.

– apenas um casal com cara de “por que estou aqui acompanhando meus dois filhos pentelhos e não na minha caminha quentinha vendo TV ?”.

– faixa de idade compatível com o filme 5 e com o horário de exibição: poucas crianças, muitos adolescentes de 15 anos pra cima. Mas muitos mais velhos também, assim na minha faixa de… deixa pra lá.

– poucos caracterizados: umas duas ou três com cabelos coloridos, uma Hermione com cara de Tonks, uma Tonks com cara de Cho Chang, uma Cho Chang com cara de Chocha Ang.

– dois Potters: um na casa dos 20 anos fazendo muuuito sucesso com as pequenas Hogwartsétes. O outro, bem Tássia (tá se achando), no pior estilo “mamãe, comi gemialidades diariamente que me fizeram (gu)inchar”.

– no mais, uns 5 ou 6 casacões e um grupo de fumantes-nerds (fumando fora do cinema, pois era proibido dentro). Ah, esqueci da leitora: uma das nerds levou o livro 5 (em inglês, com capa dura) para dar uma lidinha na porta do cinema enquanto não começava.

– o casal na minha frente ameaçou algo do tipo “ah, a gente senta lá longe na mesinha e deixa esse otário cuidando do nosso lugar”. Mas ameacei uma cara feia e eles apenas se revezaram. Sábia decisão. Numa pré-estréia como essa, se todo mundo resolve fazer isso…

Finalmente, hora de entrar

Resolveram deixar o povo entrar exatamente às 23:54h. Péssima decisão: afinal, tem que conferir a meia-entrada, o que demora. Rapidamente mais um bilheteiro foi chamado e a fila acelerou. Peguei um bom lugar (o cinema tem 305 lugares, não encheu, mas faltou pouco. Ainda não é de lugar marcado, mas estão se preparando pra isso, pois já numeraram as cadeiras).

Como era de de esperar, uma algazarra de excitação percorria o povo. Ao meu lado, uma dita-cuja que não parava de falar, mas seus amigos começaram a alertá-la que iam lançar um Crucius na moça se ela não se comportasse. Sábia decisão.

Foi dada a largada

A projeção começou com apenas 10min de atraso. E passou apenas um comercial (um anúncio do Canal Brasil onde Ney Matogrosso é zoado por Selton Mello e Lázaro Ramos, hilário) e um trailer (com minha amada Catherine Zeta-Jones, linda como sempre. Tempos de cozinheiros, vide Ratatouille, atualmente em cartaz).

No mais, o povo se comportou bem. Snape foi aplaudido em cena aberta num dos seus momentos de brilho (poucos, pois ele aparece pouco), Harry também.

Impressões

O que falar sobre o filme sem estragar o deleite do cinéfilo ? Antes de comentar, quero deixar claro que gostei MUITO. Ou seja, o que vou escrever não significa que tenho restrições ao filme: é ótimo, os potterianos não vão se decepcionar.

Não concordo muito com a opinião da Folha (leia por sua conta e risco) de que o filme ficou “mais sombrio”. Talvez na segunda metade, mas não achei não. Pelo contrário, a abertura tem até mais luz e cor – fotografia e figurinos um pouco mais “abertos”, eu diria.

Achei também o filme mais “pé no chão”, não sei explicar. Posso estar influenciado pela “estréia”…

(afinal, é a primeira vez que vejo Harry na telona, todos os outros vi em DVD e TV. Aliás, para quem começou na última fila… Enquanto o Harry-Povo estava lendo o livro 5, eu estava patinando no atraso, ainda no primeiro. Agora, ultrapassei todo mundo, dá-lhe Ayrton !)

… Ou talvez seja pelo crescimento dos atores, talvez pela mudança de diretor, as locações e cenários. O timing é menos corrido, o clima é menos denso, e há até uma “cidade grande” numa das primeiras cenas do filme. Não sei. Fico pensando no que (ou em quem) era de fato protagonista no filme, tudo me pareceu meio coadjuvante. É certamente aquela velha história: como condensar um livro enorme em 2 horas e pouca de película ?

Destaques positivos

10. Neville Longuilíneo.
Como cresceu a criatura ! Perto dele Harry vira um tampinha. Mas não tem muito espaço no filme (ok, eu gosto dele, então sempre acho que ele merecia mais).

9. Minerva x Dolores.
A cena das duas grandes atrizes “discutindo” na escada é impagável.

8. Alan Rickman.
Eu já disse que, por causa de duas palavras, Snape foi aplaudido em cena aberta ?

7. Efeitos especiais.
Como sempre, show. Entra diretor, sai diretor, há sempre muito capricho.

6. O beijo.
Considerando a idade, a situação, a timidez, etc… Beeeeem melhor que no livro. 🙂

5. Imelda Staunton.
Talvez sua Dolores seja um pouco “rosa demais”, mas é impressionante seu talento. Domina a cena: esqueçam o trio principal quando ela está em cena.

4. Emma Thompson.
Praticamente não aparece no filme, pelos motivos óbvios da trama, mas é outra que é sempre impressionante. Tocante.

3. A evolução do trio.
As interpretações do trio principal melhoraram. Me sinto incomodado com as pausas enooormes nas falas de Emma Watson, mas ela está bem como sempre. Rony é mais coadjuvante dessa vez (mais no filme que no livro) mas tem momentos legais, e Daniel Radcliffe segura bem as perturbações de Harry.

2. O conjunto da obra.
Acrescentado aos demais quatro filmes, o quinto mantém a harmonia da trama apesar das mudanças de diretores. Não acho justo comparar um filme com o outro justamente por isso, mas o quinto filme não deixa em nada a desejar numa avaliação geral. Detalhes reprovados por um ou por outro aqui e ali fazem parte do gosto de cada um, da interpretação pessoal de quem leu e esperava mais dessa ou daquela passagem da trama escrita traduzida em cinema. “Faz parrrte”.

1. Gary Oldman.
O que dizer de seu Sirius ? Não há elogios que cheguem.

Assim-assim

4. A casa de Sirius.
A cena de Harry chegando com Moody e a casa “se mostrando” a ele é bem sacada, mas… não sei, o interior da casa é meio… apertado, sei lá. 🙂

3. Coisas que sumiram – ou quase.
Ok, minha memória é falha demais para lembrar do que não está no filme embora estivesse no livro. Pra minha alegria – e decepção de muitos fãs – quase não há Draco Malfoy (mas há muito Lucius Malfoy, claro). Quem lembrar de mais coisas, depois me contem. 🙂

2. Cho Chang.
Achei ela “meio oferecida” demais. Nada contra, mas… não era assim no livro, era ? 🙂

1. Personagens novos.
Luna e o gigante (esqueci o nome dele) são ótimos, mas minha Luna e meu gigante não eram exatamente como apareceram no filme. Mas esse é sempre o risco de criarmos as personagens em nossa cabeça durante a leitura do livro.

Decepção

Entre risos e aplausos efusivos ao final do filme, uma onda de ligeira decepção era “audível” logo após, na saída do cinema. Onde ? Na cena-chave de Sirius, tão esperada (talvez por isso). O que posso revelar, sem estragar, é que o diretor quis “estilizar” pra causar mais efeito dramático e… acabou tirando quase todo o efeito dramático da cena ! Merecia muito mais.

Epílogo

Se o filme 5 é o melhor ? Não sei dizer. Gosto de todos. Os “entendidos” em Potter que me digam, depois que assistirem.

O óbvio: acho que o filme 6 promete ser o melhor de todos.
O óbvio: até que o filme 7 seja feito, claro. 🙂

The End

Frase final, ouvida na saída do filme: “Ué, mas o Dumbledore não morreu ?” Minha fia, que filme você veio assistir ?!

UP e DEITES

– Esqueci algo importantíssimo: na minha opinião, o filme ganhou em humor. Há cenas hilárias, em especial no início.

– Não falei de Gina. Gina é Gina, e estamos combinados assim. Aparece pouco dessa vez, mas o que é dela está guardado pro filme seguinte, né ? 🙂

– Desmarquei a faxineira da quinta para a quarta: como tenho que esperá-la chegar mesmo, pude dormir um pouco mais. Sábia decisão. 🙂

Tommy Beresford

Update – Leia outras resenhas do Cinema é Magia, para matar as saudades:
[Resenhas] Harry Potter e o Enigma do Príncipe
[Resenhas] Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1
[Resenhas] Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

~ por Tommy Beresford em julho, 11 2007.

5 Respostas to “[Resenhas] Harry Potter e a Ordem da Fênix”

  1. aaaaaaaaaaaah!!

    em homenagem à recuperação do seu post, interromperei minha jornada de filmes forno & fogão pra rever a ordem da fênix [e escrever a respeito tb].

  2. gosto muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito do harry potter, pq ele é um gato adoro ele bastentãoooooooooooooooooooo………….

    amo ele de+++++++++++++++ mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Um dos filmes que mais adoro no mundo do cinema,aparti do momento em que conhece o filme me aapixonei,pois parece ser um sonho,e também o rony wesley(rupert grint)éé muitoo gato,e foema um lindo casal com hermione granger(emma watson)..vi os cincos filmes lançados e consegui comprar os dois ultimos livros,que pelo meu disispero achavaa que o final da saga acabaria em tragedia,em fimos dois ultimos filmes a serem lançados serão um maximo.!
    Beijão;*

  4. eu qero assistir

  5. amo muito harry potter desde que eu tinha 4 anos de idade hoje tenho 14,amo ele porque ele é um gato e amo todoas filmes deles não goatei muito por robert pattinson ter saído o cedrico mas foi bom q ele foi fazer crepusculo q outro filme q eu adora enfim meu coração é divido por harry potter e crepusculo.enfim amei esse filme principalmente naparte q harry sonha com a parte de hp 4 q vê seu amigo morrer….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: