[Por Onde Anda] Alcione Mazzeo

Alcione Mazzeo

Alcione Mazzeo

Detalhada matéria do blog de Paulo Sampaio em 14.02.2019 fala sobre a atriz Alcione Mazzeo, que completará 68 anos em 2019. A atriz começou a surgir na mídia através da publicidade, depois migrou para os programas humorísticos e foi casada com o saudoso Chico Anísio. Foi especialmente para Alcione que Chico criou Maria Angélica, a moça simples que tinha paixão por Bozó, personagem inesquecível interpretado pelo próprio humorista:

Alcione Mazzeo nunca planejou ser um símbolo sexual. Aconteceu. Nos anos 1970 e 80, era comum a carreira de uma ‘modelo e manequim’ evoluir para o campo da descontração. Por sugestão de um amigo publicitário, que achava que ela “levava jeito para a coisa”, Alcione topou fazer fotos para anúncios de empreendimentos imobiliários e cigarros (ela não fumava), e então uma pose foi levando à outra. Aos poucos, o número de peças de roupa nas campanhas foi diminuindo. “Hoje, eu vejo mães de meninas de 13 anos orientando as filhas a empinarem a bunda, fazerem pose, acho incrível. Quando eu comecei, era tudo tão puro, a gente encarava como brincadeira. Quando eu comecei, era tudo tão puro, a gente encarava como brincadeira. Não tinha preparo nenhum para as fotos, eram feitas na praia, numa praça, em qualquer lugar que tivesse um fundo bonito”, lembra ela, prestes a completar 68 anos.

Nascida em Santos, Alcione migrou ainda na adolescência, com a família, para Juiz de Fora, e mais tarde para o Rio. “Ali eu vi que tinha chegado à cidade em que eu queria viver para sempre.” A mãe voltou para São Paulo, mas os patrões na distribuidora de valores em que ela trabalhava como secretária lhe ofereceram uma promoção; ela ficou. Primeiro, morou em um quarto alugado no Flamengo, época em que se sentiu muito só, desacolhida e, por isso, “ficava enrolando para não ter de voltar pra casa”. Foi quando conheceu o amigo que a chamou para fazer comerciais. Depois de um tempo, mudou-se para outro quarto, em Copacabana, mas aí a carreira de modelo e manequim havia engrenado.

O texto também fala da passagem de Alcione pelo cinema:

(…) A modelo e manequim já tinha figurado em inúmeras matérias de moda para revistas femininas, quando finalmente tomou coragem para se deixar fotografar em um ensaio intitulado “Um Banho de Alcione”, feito no banheiro da editora Bloch para a revista “Ele & Ela”. “Eu aparecia coberta apenas com espuma. Estava com vergonha, mas no fim aquilo me libertou de uma porção de bloqueios. Sabe quando você decide sair do armário? O importante não foi aparecer nua na revista. Foi aparecer nua, e aquilo não me incomodar.”

Àquela altura, Alcione já havia atraído a atenção de produtores das chamadas pornochanchadas (filmes eróticos sem sexo explícito nem roteiro definido), e estrelado mais de uma dezena delas (“Uma Amante Muito Louca”; “Cada Um dá o que Tem”, “O Estranho Vício do Doutor Cornélio”, “Perdida em Sodoma”). “Tudo pra mim aconteceu nos anos 1970”, diz.

Ao mesmo tempo, a convite do apresentador (Luiz Carlos) Miele (1938-2015), participou dos primórdios do programa “Fantástico”, que estreou em 1973 na TV Globo.

Leia a matéria completa e veja outras fotos clicando aqui. Dos trabalhos mais recentes no cinema, em “As Aventuras de Agamenon, o Repórter”, de 2011, ela contracena com Marcelo Adnet, e também participou de “Linda de Morrer” em 2015, estrelado por Glória Pires. Na TV, esteve em “Rock Story” como Delfina em 2016.

Alcione talvez seja a atriz que participou de mais humorísticos na TV. Desde participações em clássicos como “A Grande Família” (em 1972) e “Satiricom” (em 1974) até o recente “Tudo pela Audiência”, do Multishow (2015), a atriz esteve em “Zorra Total” por muitos anos, passou pela “Turma do Didi”, pela “Escolinha do Professor Raimundo” (revivendo Maria Angélica), “A Praça é Nossa” e, claro, “Chico Anysio Show”, “Chico Total” e “Chico City”, entre muitos outros.

Leia também:
– [Por Onde Andam] Boletes, as dançarinas do Clube do Bolinha [julho, 21 2018]
– [Por Onde Anda] Buiú [abril, 25 2018]
– [Por Onde Anda] Adele Fátima no Domingo Show de 01.04.2018 [abril, 01 2018]
– [Por Onde Anda] Clarice Piovesan [março, 23 2016]
– [Por Onde Anda] Renée de Vielmond [março, 07 2016]
– [Por Onde Anda] Mateus Carrieri [maio, 17 2015]

Da série “[Por Onde Andam]”, posts mais antigos, certamente desatualizados: clique aqui.

~ por Tommy Beresford em fevereiro, 14 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: