[Resenhas] Megamente

Se você tem filhos, não deixe de levá-los a “Megamente”, sem dúvida um dos bons filmes de animação do ano (quer outro ? “Meu Malvado Favorito”, também na linha “adoro vilões”). Se não tem, vá também. Só a citação a Marlon Brando já valeria o ingresso, mas o filme é muito mais que isso.

Metro Man (voz original de Brad Pitt, voz brasileira feita com competência por Thiago Lacerda) é o que menos importa num filme totalmente dominado pelo vilão, o cabeçudo Megamente (voz original de Will Ferrell, versão brasileira do ótimo Cláudio Galvan), que anos depois de ter “caído do céu” (como seu antagonista cheio de boas intenções, bonitão e fortão que foi criado com pompa e circunstância) foi cair justamente dentro de uma prisão onde aprendeu as grandes maldades. Mais real impossível… Mas o que pode fazer um vilão quando fica sem seu herói para combater ?

Por não ser calcado no mocinho, “Megamente” tem como trunfo a apresentação muito bem feita da história do vilão desde o início, falando de vocação, desejos e a possibilidade de repensar a vida. Um filme excelente para todas as idades, com algumas particularidades para os adultos: além de Marlon Brando, fique atento a referências como a do eterno Mr. Miyagi e à deliciosa trilha com direito a Michael Jackson (“Bad”, claro). Ainda que não seja páreo para “Toy Story 3” e “Shrek Para Sempre“, outros dois excelentes lançamentos de 2010, recomendo imensamente.

~ por Tommy Beresford em dezembro, 10 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: