[Resenhas] Ensaio Sobre a Cegueira

A civilização entra em colapso, mas os personagens principais, enclausurados, não sabem do que acontece do lado de fora de uma quarentena que não tem fim. Um filme que mostra que preconceitos e incompreensão se exacerbam quando o ser humano é colocado em situações-limite: isto descreve apenas em parte o filme que Fernando Meirelles apresenta ao público em sua versão do best-seller de José Saramago, “Ensaio Sobre a Cegueira”.

O filme incomoda e gera opiniões diversas, pois mexe com sentimentos igualmente diversos numa salada muitas vezes indigesta que mistura humilhação, estupro, racismo e principalmente intolerância. Fome, sede e libido vão tornando o local num sanatório dos horrores. Minha companhia, com a qual tenho sintonia afinada em matéria de cinema e que, como eu, não tinha ainda lido a obra de Saramago, simplesmente detestou o filme.

E eu adorei.

Há pontos controversos. Na versão em cartaz, o personagem de Danny Glover narra a trama mas em apenas poucos momentos. Faria mais sentido se a narração fosse feita com mais frequência ao longo do filme (mantendo o formato original) e não apenas em algumas poucas cenas… ou, ao contrário, fosse suprimida de vez. O meio-termo não funciona bem, desconcentra um pouco o espectador e dá a sensação de termos perdido algo anteriormente explicado.

Outro ponto delicado é a iluminação. A fotografia de premiado César Charlone é muito escura, mesmo com a intensificação da iluminação feita por Meirelles após a projeção em Cannes (o diretor considerou que a imagem estava escureca demais). Entendo que o objetivo era usar a pouca luz como alegoria à cegueira, mas o espectador que está na sala escura muitas vezes se dispersa na tentativa de entender o que está acontecendo. Em compensação, a tática funcionou nas cenas de estupro: o espectador quase não vê o que acontece, mas nem é preciso.

O mais importante, para gostar do filme, é não exigir esclarecimentos (“por que isso aconteceu ?”, “por que não aconteceu com fulana ?” e por aí vai). O mergulho de Meirelles vai além das explicações pontuais: é melhor se concentrar na mudança do comportamente humano, em personagens que não têm nome e são tão bem interpretados pelo ótimo elenco. Gael Garcia Bernal e Julianne Moore dão show, com boas participações de Alice Braga, Mark Ruffalo e do já citado Danny Glover, com direito a ponta da ótima Sandra Oh, entre outros.

Um dos melhores filmes do ano, na minha opinião. Que evidentemente, pode não ser a sua, principalmente neste filme tão controverso quanto instigante. E deu uma vontade enorme de ler o livro.

Em tempo: caso você tenha chegado aqui procurando alguma resenha crítica do filme para um trabalho escolar, lembre-se que o nome do autor e, em especial, o estilo de quem escreve fazem a grande diferença (e não enganam o professor, ainda que você mude uma parte ou outra do texto).

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em setembro, 25 2008.

4 Respostas to “[Resenhas] Ensaio Sobre a Cegueira”

  1. O longa é muito fiel ao livro: incomoda. Assistir ao filme inteiro trás uma sensação de anhgústia profunda.

    O enredo desenhado com perfeição por Saramago foi muito bem adaptado, tanto no andamento quanto em aspectos técnicos como a fotografia. A única coisa que acho que ainda ficou devendo foi o elenco. Julianne Moore e Mark Ruffalo (principalmente ele) não convencem…

    Abraço,
    Bueno
    http://longametragem.wordpress.com

  2. Tou louco pra ver esse filme, antes de lançar eu já queria assistir, depois que lançou acabei não tendo tempo de assistir. Agora que me lembrei dele vou correr ja pra assistir num tempo vago hehe. Depoois quem sabe não leio o livro 😉
    Abraços!!

    Tecnologia? Notícias? (que realmente interessam) Baboseiras?
    http://ibogos.wordpress.com

  3. Humano, demasiadamente humano, como escreveu Nietzsche. Só isso descreve este filme.
    (Incrível não estar na lista do Oscar!)
    Bjs…

  4. Olaaaaaaaaa MiGOOosss PRAZER DAMARIS ! vc tem razão quem não
    assistiu a esse filme ainda não sabe oque esta perdendo! eheheheh vale a penaassistir!A história é comovente e mexe muito com a gente !! rsrs é muito bom ! bJuSSSSSSS Galeraaaa !!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: