[Resenhas] Bacurau

SENSACIONAL.

“Bacurau” é tão inacreditável quanto incrível, na confusão inevitável que estas duas palavras possam fornecer. Um filme que incomoda — e é no incomodar que o cinema brasileiro impera. Necessário.

Em tempo 1: A chave é a primeira cena.

Em tempo 2: Silvero Pereira é extraordinário. Tal como a cena entre Udo Kier e Sonia Braga: para não esquecer.

Em tempo 3: Talvez uns 50 e poucos milhões não consigam captar a essência por conta do doping nas línguas.

Em tempo 4: A sessão terminou com aplausos. Muitos, intensos, francos.

Em tempo 5: De passado, de futuro e de muito presente.

Tommy Beresford

Update 13.09.2019 – Para um texto muito mais inteligente e interessante que meus rabiscos acima, clique na figura abaixo, de autoria de Carolina Mello:

Leia também:
Essa terra ainda vai tornar-se uma imensa Bacurau [texto de Xico Sá]
Bacurau [texto de Fernando Haddad]

~ por Tommy Beresford em setembro, 11 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: