[Resenhas] Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

Mesmo que David Yates não seja o diretor preferido de muitos dos fãs da saga do bruxinho mais famoso do mundo, ninguém pode negar: ele conseguiu produzir o final da versão cinematográfica de Harry Potter dando aos leitores e cinéfilos um belo filme, encerrando com chave de ouro a sequência de oito filmes.

“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2” começa exatamente onde a parte 1 terminou, e mantém o clima de tensão de seu prólogo. As cenas de batalha são muito bem produzidas, e a emoção toma conta dos fãs nas cenas que definem os acontecimentos.

Em particular, apesar do tom grandioso, este é um filme de detalhes. Mesmo que falte muitas coisas (como sempre, e a expectativa do leitor sempre vai encontrar uma ausência aqui e ali, além das “licenças poéticas”), estão em pequenas e delicadas sequências curtas os grandes momentos do filme. E em uma cena grande, que vou definir apenas como “a grande cena branca” do soturno último filme da saga. Compre sua pipoca, leve seu lenço, não pisque (senão nem verá Emma Thompson), divirta-se e guarde tudo em suas lembranças.

Tommy Beresford

Leia outras resenhas do Cinema é Magia, para matar as saudades:
[Resenhas] Harry Potter e a Ordem da Fênix
[Resenhas] Harry Potter e o Enigma do Príncipe
[Resenhas] Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1

~ por Tommy Beresford em julho, 20 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: