[Resenhas] 007 Quantum of Solace

Escrever uma resenha a respeito de filmes essencialmente de ação apenas vários dias depois de tê-los assistido faz com que o texto corra o risco de não conseguir expressar o impacto da estréia. No caso de “007 Quantum of Solace” felizmente isso não acontece – na verdade, em geral os filmes de James Bond são impactantes o suficiente a ponto de permanecerem na mente dos espectadores durante bastante tempo.

O ditado diz que “vingança é um prato que se come frio”, mas tudo neste novo filme de Marc Forster é quente, a começar pelas locações: embora a tradicional cena de perseguição inicial – mais uma vez de grande impacto – tenha sido filmada na Áustria, boa parte do filme mostra paisagens desérticas. E suor é que não falta a Daniel Craig e à bela Olga Kurylenko.

Craig, por sinal, mostra que Bond pode capturar o público mesmo sem o charme dos atores anteriores: este seu segundo filme confirma ao público que seu 007 é mais “pé-no-chão”, menos super-herói (apesar das acrobacias inevitáveis) e mais humano – e até a atual Bond Girl, linda mas igualmente menos glamurosa, quase não tem vez. Ponto positivo para a série que ainda promete outros grandes filmes.

Com muitas referências a Vesper, “Quantum of Solace” é continuação de “Casino Royale”: se não é tão charmoso e arrasa-quarteirão quanto seu antecessor, não deixa a peteca cair. Ainda que não brilhante, a música-tema é muito boa e há ótimas sequências, com destaque para a da ópera. Compre sua pipoca, esqueça o mundo real lá fora e aproveite.

Site oficial: http://www.007.com/

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em novembro, 13 2008.

3 Respostas to “[Resenhas] 007 Quantum of Solace”

  1. Eu não acredito que a Bond Girl não foi menos talentosa, mas sim muito competente em dividir a cena com o agente e não cair no charme, mas sim focada em sua missão. Além da Olga ter feito um ótimo trabalho e ter mostrado que é uma Bond Girl com atitude.
    O filme sem duvida é um dos melhores do ano sem nenhuma fonte de duvida. Não pode se esquecer que as estreias entre setembro até meados de novembro ser particularmente fracas, esse se sobressai tranquilamente e garantindo um post seguro de um filmaço de 2008
    Até

  2. Sou fã de carterinha da série e tenhos todos os títulos em DVD. Acho que a série, a partir de Cassino Royale, tomou outro rumo. Muita ênfase a violência e a transformação do agente 007 em um espião frio e sanguinário. Neste, mulher não tem vez. As lindas Bonds Girls são coisas do passado.

  3. Gostei muito, inclusive do diferente papel de Olga “boliviana” Kurylenko. Craig está muito bem no papel, apesar da falta de charme que não dá pra não esperar de quem encarna um 007…
    Um dos melhores de 2008 por todos os detalhes.
    Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: