[Resenhas] A Princesa e o Sapo

Eu só queria saber porque alguns (eu disse alguns) críticos profissionais são assim, com este “jeito crítico demais de ser”. Afinal, “A Princesa e o Sapo” é mesmo um filme de animação tradicional ? Não, não exatamente. Mas interessa ? É fato que muitos não perceberam diversos efeitos especiais (leia-se computação gráfica — um exemplo: as cartas de baralho), que já existem nos filmes da Disney pelo menos desde (o clássico) “A Bela e a Fera”, que é de duas décadas atrás. Isso é bom ou ruim ? Não, isso não merce discussão. “A Princesa e o Sapo”, mesmo não se tornando um clássico, é um ótimo filme, independente de ser 2D, 3D, 9D, com ou sem computação clássica, etc.

Eu só queria saber porque alguns (eu disse alguns) críticos profissionais são assim, com este “jeito rotulador de ser”. Houve um texto que me impressionou, rotulando “A Princesa e o Sapo” de “filmes apenas para meninas sonhadoras”. Nisso, será que estão também retirarando clássicos como “Branca de Neve e os Sete Anões” das boas possibilidades de filmes para meninos ? Não sei, mas a impressão que tenho é que, a cada dia que passa, aumenta a necessidade de colocar os filmes em “gavetas com etiquetas”.

Eu só queria saber porque alguns (eu disse alguns) meios de comunicação não deram qualquer espaço para o trabalho de dublagem da grande atriz e cantora Kacau Gomes, infelizmente pouco conhecida da maior parte da população, mas que brilha como backing de diversos shows, tem CD gravado e protagonizou cenas inesquecíveis em espetáculos como “Beatles Num Céu de Diamantes”. Kacau dá vida a Tiana com maestria. Infelizmente, só deu Rodrigo Lombardi (também ótimo) nas reportagens dos jornais e revistas (na versão em inglês, outro brasileiro dubla o simpático sapo, Bruno Campos).

Independente de rótulos, críticas e reportagens, vá com seus pequenos aos cinemas para conferir e celebrar mais esta ótima produção da Disney.

Tommy Beresford

~ por Tommy Beresford em dezembro, 22 2009.

Uma resposta to “[Resenhas] A Princesa e o Sapo”

  1. […] CINÉFILA POR NATUREZA Otavio Almeida HOLLYWOODIANO Weiner Gomes A GRANDE ARTE Tommy Beresford CINEMA É MAGIA Wanderley Teixeira RAINING […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: