Bilheteria Brasil – 16.04.2017

•abril, 18 2017 • Deixe um comentário

Velozes e Furiosos 8

Abaixo, a lista dos filmes mais vistos no final de semana de 13 a 16.04.2017, em número de espectadores:

1. Velozes & Furiosos 8 = 2.172.822 espectadores (estreia)
2. A Cabana = 579.801
3. O Poderoso Chefinho = 376.355
4. A Bela e a Fera = 324.483
5. Os Smurfs e a Vila Perdida = 278.790
6. Fragmentado = 48.030
7. A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell = 41.243
8. Despedida em Grande Estilo = 22.218
9. Logan = 19.613
10. Power Rangers = 18.404
11. Una = 3.807 (estreia)
12. As Falsas Confidências = 3.456 (estreia)
13. T2 Trainspotting = 3.353
14. Martírio = 2.192 (estreia)
15. Stefan Zweig – Adeus, Europa = 2.072 (estreia)
16. Kong: A Ilha da Caveira = 1.863
17. Variações de Casanova = 1.777 (estreia)
18. Mulheres do Século 20 = 1.772
19. Lion – Uma Jornada Para Casa = 1.444
20. Central – O Filme = 1.430
21. Cães Selvagens = 1.374
22. A Família Dionti = 654 (estreia)
23. Apesar da Noite = 290 (estreia)

[Veja outras listas clicando aqui]

Cinelândia Matinal: Homenagem da Rádio Nacional a Adolpho Cruz

•abril, 17 2017 • Deixe um comentário

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro (1.130 kHz) fará uma homenagem ao jornalista e crítico de cinema Adolpho Cruz que, nos anos 1950, apresentava o programa Cinelândia Matinal, uma das primeiras atrações a abordar a sétima arte no rádio brasileiro. A partir de 19.04.2017, a emissora leva ao ar às 7h30 o primeiro dos três especiais diários com gravações do radialista:

Os áudios também serão reapresentados durante a programação. A iniciativa é fruto da parceria da Gerência Executiva de Acervo de TV e Rádio com a Gerência Executiva de Rádios da Empresa Brasil de Comunicação.

Adolpho Cruz ganhou fama nacional depois de entrevistar a Pequena Notável Carmen Miranda, em Hollywood, na fase em que a artista estava radicada nos Estados Unidos e preparava sua volta ao Brasil. Na ocasião, ela não falava à imprensa brasileira há treze anos.

Além de um trecho da entrevista, o público poderá ouvir pérolas ditas à época como o cronista chamando Katharine Hepburn e Bette Davis de “feinhas” e anunciando a produção em Hollywood de uma máscara invisível que seria usada pelos atores de cinema em cenas de beijo.

Pelas ondas do rádio, o Cinelândia Matinal trazia as novidades da telona pelo mundo e, em especial, sobre a produção audiovisual no país. O programa ficou no ar por duas décadas.

Com cerca de dez minutos, o especial traz ainda depoimentos de professores e historiadores sobre a importância da Rádio Nacional para o cinema brasileiro.

Os convidados comentam a participação de ícones da Era de Ouro do Rádio, que permeavam o imaginário popular como atrizes, cantores e roteiristas, em produções da sétima arte. Os especialistas explicam como o cinema absorveu modelos e paradigmas do rádio, como aqueles da comédia musical.

A primeira trilha sonora do cinema brasileiro, por exemplo, foi criada pelo maestro Radamés Gnatalli, da Rádio Nacional, para o filme “Ganga Bruta”, clássico de Humberto Mauro.

Adolpho Cruz morreu em agosto 2010 aos 87 anos. Durante a carreira, o profissional passou por diversos veículos de comunicação além da Rádio Nacional como a Rádio Tupi e a Guanabara.

Emerson Camargo: Falecimento

•abril, 16 2017 • Deixe um comentário

O dublador Emerson Camargo faleceu em 13.04.2017:

Emerson começou a carreira ainda jovem na dublagem nos anos de 1960 por intermédio de seu pai Wolner Camargo que era diretor artístico da Aic. Lá Emerson fez imensos trabalhos e o tornaram famoso. Também trabalhava junto com sua madrasta Neuza Maria e sua irmã Cristina Camargo. No final dos anos de 1960 saiu da Aic com seu pai e foi para o Rio de Janeiro aonde trabalhou na Tv Cinesom e na CineCastro. Lá foi convidado em 1971 a implantar a filial paulista da CineCastro em São Paulo, no qual o fez. Ficou até 1973 como diretor de dublagem, narrador e representante da filial paulista, retirando-se da função e em seu lugar ficando José Miziara. A empresa CineCastro foi comprada em 1973, mudando de nome em 1974 para Televox e fechando as portas em 1975. Após sair da CineCastro, Emerson se ausentou um pouco da dublagem e foi trabalhar com treinamento de executivos na Mcb Management Center do Brasil. Em 1975 foi morar no Rio aonde dublou em algumas empresas como Peri Filmes, Herbert Richers, entre outras. Nos anos de 1980 montou a empresa Windstar que dublou clássicos como Patrine, Esquadrão Especial Winspector, a redublagem de National Kid e outras produções para a Tv. A empresa também presta serviços a empresas, realizando vídeos didáticos de treinamento empresarial. Dos anos de 1990 pra frente, Emerson se dedicou muito a sua empresa, mais também fazia direções de dublagem, e de vez em quando narrações e dublagens. Emerson também dublou o Agente aposentado do NIS Mike Franks em NCIS. Faleceu em 13 de abril de 2017.

Fonte: clique aqui.

Abaixo, via Facebook:

[Cinemas Antigos] Beija-Flor (Madureira, RJ)

•abril, 15 2017 • Deixe um comentário

O Cinema Beija-Flor situava-se na Rua Lopes, 169, Madureira, no subúrbio do Rio. Esta rua posteriormente se chamou Rua Antonia Alexandrina, atual Rua João Vicente, em frente à estação de trens de Madureira. Foi inaugurado por volta de 1914 e funcionou até 1986, quando se transformou no Cinema Madureira 3, também extinto.

Mais fotos em outro post:
https://cinemagia.wordpress.com/2014/03/11/cinemas-antigos-beija-flor-madureira-rj/

Mais cinemas antigos: clique aqui.

The Last Jedi: Teaser oficial do novo Star Wars

•abril, 14 2017 • Deixe um comentário

Clay Adler (1989-2017)

•abril, 14 2017 • Deixe um comentário

De acordo com o site do El Pais, Clay Adler — uma das estrelas do canal de televisão MTV — suicidou-se na frente de alguns amigos com os quais tinha ido ao deserto para fazer exercícios de tiro:

O jovem, que tinha participado dos reality shows Make it or Break it e Fish Tank disparou contra a própria cabeça em 26 de março passado, mas os fatos só foram revelados por sua família agora.

Clay Adler

Clay Adler

A morte do jovem, de 27 anos e pouco conhecido fora dos Estados Unidos, causou grande comoção em Hollywood. Sua amiga Jennifer Lawrence, que conheceu quando ambos começavam suas carreiras, afirmou que se sente “totalmente arrasada” com a morte de Adler.

Leia mais clicando aqui.

Festival de Cannes 2017: Filmes selecionados

•abril, 13 2017 • Deixe um comentário

O Festival de Cannes deste ano acontece de 17 a 28 de maio de 2017. Abaixo, a seleção do festival:

Competição:
– 120 battements par minute, de Robin Campillo
– O enganado, de Sofia Coppola
– The day after, de Hong Sangsoo
– A gentle creature, de Sergei Loznitsa
– Good time, de Benny Safdie e Josh Safdie
– Happy end, de Michael Haneke
– In the fade, de Fatih Akin
– Jupiter’s moon, de Kornél Mundruczó
– The killing of a sacred deer, de Yorgos Lanthimos
– L’amant double, de François Ozon
– Le redoubtable, de Michel Hazanvicius
– Loveless, de Andrey Zvyagintsev
– The Meyerowitz stories, de Noah Baumbach
– Okja, Bong Joon-Ho
– Radiance, de Naomi Kawase
– Rodin, de Jacques Doillon
– Sem fôlego, de Todd Haynes
– You were never really here, de Lynne Ramsay

Fora de competição:
– Blade of the immortal, de Takashi Miike
– How to talk to girls at parties, de John Cameron Mitchell
– Visages, villages, de Agnès Varda e JR

Sessões da meia-noite:
– Prayer before Dawn, de Jean-Stéphane Sauvaire
– The merciless, de Byun Sung-Hyun
– The villainess, de Jung Byung-Gil

Sessões especiais, Mostra Um Certo Olhar e outras informações:
http://www.festival-cannes.com/en/actualites/articles/the-2017-official-selection

 
%d blogueiros gostam disto: