Festival de Toronto 2017: Três Anúncios Para Um Crime leva o prêmio do público

•setembro, 17 2017 • Deixe um comentário

De acordo com o site CineSet, o drama “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri” conquistou o prêmio do público no Festival de Toronto:

A produção conta com direção de Martin McDonagh e traz no elenco Frances McDormand, Woody Harrelson, Sam Rockwell, John Hawkes e Peter Dinklage. As informações são do site da Variety.

O filme mostra uma mãe que jura vingança e justiça para quem cometeu o assassinato do filho. Cercando o trabalho da polícia local, ela não se conforma com a falta de evidências de que o crime será solucionado. Ela toma, então, uma decisão radical: contratar uma gangue de pistoleiros para que encontrem e dêem cabo das pessoas que mataram seu herdeiro.

Nos anos anteriores, o público de Toronto premiou produções que, meses depois, foram consagrados no Oscar. São os casos de “La La Land”, “Quem quer Ser um Milionário?”, “O Discurso do Rei” e “12 Anos de Escravidão”.

Leia mais clicando aqui. No Brasil, o filme deve se chamar “Três Anúncios Para Um Crime” com estreia prevista para fevereiro de 2018.

RJ: A Menina Índigo em 20.09.2017

•setembro, 17 2017 • Deixe um comentário

Em 20.09.2017, o CEEU – Centro de Estudo Espiritualista Universal recebe a presença de Wagner Assis Diretor do filme “Nosso Lar”, que irá fazer uma palestra e apresentação de seu novo lançamento: “A Menina Índigo”, que será lançado no dia 12 de outubro de 2017 nos cinemas.

Marcelo Rezende (1951-2017)

•setembro, 16 2017 • Deixe um comentário
Marcelo Rezende

Marcelo Rezende

De acordo com o site do jornal Extra, o jornalista Marcelo Rezende morreu, às 17h45 de 16.09.2017, aos 65 anos, depois de travar uma luta contra o câncer no fígado e pâncreas:

No domingo passado, 10.09.2017, o apresentador publicou um vídeo nas redes sociais, onde aparecia abatido e com a barba por fazer. O jornalista disse que estava vivendo “altos e baixos” durante o tratamento, mas acredita que vai conseguir se curar da doença.

Leia mais clicando aqui. Em maio, o apresentador do “Cidade Alerta” revelou durante o programa “Domingo Espetacular”, da TV Record, que estava lutando contra um câncer no pâncreas e no fígado.

No Estadão:

A morte ocorreu às 17h45, no Hospital Moriah, em São Paulo.

Após ter iniciado sua carreira como repórter, teve suas primeira experiência marcante como apresentador no Linha Direta, da Globo, ao fim da década de 1990. Em seguida, acumulou passagens por RedeTV!, Bandeirantes e Record TV, última emissora pela qual passou, e na qual ficou conhecido por seu trabalho à frente do Cidade Alerta.

Sua namorada, Luciana Lacerda, havia publicado uma mensagem durante a madrugada de quinta-feira, 14, que havia sido interpretada por alguns fãs como um indício do delicado estado de saúde de Marcelo: “Querido Deus, cuida de quem eu não posso cuidar, obrigado!”. Já na sexta, 15, ela postou outra mensagem: “Que Deus segure nas minhas mãos e na sua, meu amor”, com a hashtag #juntossomosmaisfortes.

(…) Marcelo completaria 66 anos em 12 de novembro e deixa cinco filhos. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro.

Leia mais clicando aqui.

Harry Dean Stanton (1926-2017)

•setembro, 15 2017 • Deixe um comentário
Harry Dean Stanton

Harry Dean Stanton

De acordo com o site Observatório do Cinema, a Variety divulgou em 15.09.2017 que o ator Harry Dean Stanton, protagonista de Paris, Texas e que interpretou Carl Rodd em Twin Peaks, faleceu hoje em Los Angeles aos 91 anos, de causas naturais:

O ator tinha em sua carreira uma sucessão de papeis menores até participar de grandes séries como Big Love da HBO. Ele ainda participou de dois clássicos dos anos 80: A Garota de Rosa Schoking (1986) e Repo Man – A Onda Punk (1984).

O último trabalho do ator é o longa Lucky que estreia dia 29 desse mês. No filme Stanton interpreta um ateísta em uma jornada espiritual no alto de seus 90 anos.

Leia mais clicando aqui.

Ficha do ator no IMDB:
http://m.imdb.com/name/nm0001765/

[Resenhas] Bingo – O Rei das Manhãs

•setembro, 15 2017 • Deixe um comentário

Bingo

Mesmo com a explicação de que seria uma exigência americana, assistir a “Bingo – O Rei das Manhãs” nos dá vontade de acreditar que a antiga TVS (muito antes do SBT) proibia que a identidade do Bozo fosse revelada não para não quebrar a magia do personagem, mas para que Arlindo Barreto, ex-ator de pornochanchadas, não fosse descoberto. Sem dúvida, Barreto foi o Bozo mais importante, ainda que não tenha sido o primeiro como sugere o filme (houve um outro, Wanderley Tribeck, mais conhecido como Wandeko Pipoka, que protagonizou o personagem de 1980 até 1982). O fato é que muitos atores viveram o palhaço de cabelos armados, como Luís Ricardo, Paulo Seyssel, Décio Roberto, Charles Myara (o mais marcante na versão carioca), Nani Souza, entre outros. Bozo comandava as manhãs e logo chegou a primeiro lugar no IBOPE, feito que parecia impossível em tempos de hegemonia da (já Rede) Globo. O sucesso foi tão grande que Bozo ganhou outro programa à tarde, o também inesquecível “TV Pow”, que consagrava o modelo de interação com o espectador via telefone (segundo o filme, ideia do próprio “personagem”)…

De todos os atores que o interpretaram, foi Arlindo Barreto sem dúvida o mais carismático, mais marcante e mais polêmico, e é o filho da atriz Márcia de Windsor o tema do longa de Daniel Rezende, que antes fora montador de filmes como “Cidade de Deus” (2002), “Ensaio Sobre a Cegueira (2008)”, “A Árvore da Vida” (2011) e “Robocop” (2014), além dos dois “Tropa de Elite”, entre outros. O filme é excelente e, no momento em que escrevia essa resenha, recebemos a notícia de que a obra será a pré-candidata brasileira a dois prêmios de grande importância: o Oscar 2017/2018 e o Goya. Talvez não seja a melhor opção (o excelente “Como Nossos Pais” entrou em cartaz quase na mesma época e também era forte candidato), mas ainda assim é uma escolha de qualidade. Evidentemente, é desnecessário avisar aos incautos que não é um filme infantil: a vida de Barreto não foi nada leve, e o filme é excelente, mas não economiza no sexo, álcool, drogas e palavrões.

[Leia a resenha completa do Cinema é Magia clicando aqui]

Oscar 2017/2018: Bingo é o representante brasileiro

•setembro, 15 2017 • Deixe um comentário

De acordo com os portais G1 e Veja, o filme “Bingo: O Rei das Manhãs” representará o Brasil no Oscar…

O Ministério da Cultura anunciou nesta sexta-feira, 15.09.2017, que o filme “Bingo – O Rei das Manhãs” foi o eleito para representar o Brasil no Oscar 2018. A produção, escolhida por uma comissão da Academia Brasileira de Cinema, vai concorrer a uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro na premiação americana

… e também na 32ª edição dos Prêmios Goya, principal premiação do cinema na Espanha, segundo informou a Agência Nacional do Cinema (Ancine):

O filme do diretor Daniel Rezende foi escolhido pela entidade pública entre 23 competidores para disputar pelo Brasil uma vaga entre os quatro finalistas na categoria de melhor produção ibero-americana do Goya, cujos vencedores serão anunciados em 3 de fevereiro de 2018 pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha.

A escolha foi decidida no dia 12 de setembro, na sede da Ancine, no Rio de Janeiro. A seleção das obras foi feita pela Comissão de Seleção do Filme Brasileiro, composta por profissionais indicados por entidades do setor audiovisual.

Leia mais clicando aqui.

O longa foi escolhido para o Oscar pela Academia Brasileira de Cinema por meio de uma comissão presidida por Jorge Peregrino e composta pelos produtores André Carreira, Iafa Britz e João Daniel Tikhomiroff, os cineastas David Schurmann e Miguel Faria Jr. e o roteirista Doc Comparato.

[Promoções] Jornal O Dia – O Sequestro

•setembro, 15 2017 • Deixe um comentário

Fonte: jornal O Dia. Válido em 15.09.2017 no Rio de Janeiro a partir das 11h.

musicamagia.wordpress.com

 
%d blogueiros gostam disto: