Festival Cine de Brasil 2019: Sobre a proibição ao filme sobre Chico Buarque

De acordo com a coluna de Ancelmo Gois no Globo Online na manhã de 13.09.2019, o Itamaraty teria censurado a exibição do filme “Chico: Artista Brasileiro”, de 2015, no Uruguai:

A JBM Producciones do Uruguai comunicou ao diretor Miguel Faria Junior que seu filme “Chico: Artista Brasileiro”, 2015, sobre o grande músico brasileiro, foi censurado pela Embaixada brasileira em Montevideo. A Embaixada, uma das patrocinadoras do Festival Cine de Brasil 2019, a ser realizada em outubro de 2019, avisou aos produtores do evento que o filme, que narra a trajetória musical de Chico nos últimos 50 anos, estava proibido de integrar a mostra. Leia abaixo a carta enviada pela produtora ao diretor Miguel Faria:

“Querido Miguel
Quiero informar cómo van las cosas camino al estreno, finalmente, de CHICO en Uruguay. Junto a nuestra asociada ENEC quien además de distribuidores son exhibidores, habíamos planificado estrenar el filme en el Festival de Cine de Brasil 2019 que se lleva a cabo en octubre y entre otros es auspiciado por la Embajada de Brasil en Montevideo. Esta mañana recibo un sorpresivo mensaje del exhibidor diciéndome que los llamaron de la embajada para “pedirles” que NO se exhiba el filme de CHICO en ese festival. Si bien es lógico debido a la situación política de Brasil, en Uruguay es muy grave que se censure la exhibición de una película siendo que en este caso JMB Filmes de Uruguay es el distribuidor y este acto afecta nuestros intereses. Adjunto mas abajo copia del mensaje oficial de ENEC (dueños socios de la sala ALFA/BETA) comunicándomelo y un archivo adjunto de audio de la llamada de una señora, suponemos desde Brasil, que avisa a la sala de la desición de la embajda de Brasil en Uruguay.”

A notícia foi encontrada aqui.

Mais tarde, foram publicadas explicações a respeito. No jornal O Dia:

Não houve censura ao filme sobre Chico Buarque (…) O Itamaraty disse, por meio de nota, que “limitou-se a indicar sugestões” e que “a seleção dos filmes é de responsabilidade dos produtores do evento”. Já a Inffinito esclareceu que o filme não constava na lista de selecionados ao festival, visto que é “critério da seleção dos filmes que os mesmos tenham sido lançados no ano corrente do festival e/ou anterior ao mesmo (2018-2019)”.

Leia a matéria completa clicando aqui.

Update 14.09.2019 – Mais a respeito:

Em Washington, Ernesto Araújo confirmou as suspeitas do cineasta Miguel Faria Júnior de que a Embaixada do Brasil em Montevidéu interferiu para que o filme “Chico: artista brasileiro” não fosse exibido no Brazil Film Festival 2019 — decisão depois, melhor assim, revogada pela produtora Inffinito.

O chanceler disse que a produtora pediu apoio da embaixada brasileira em Montevidéu para o festival. Segundo Araújo, a embaixada pediu a lista dos filmes e indicou quais seriam os de sua preferência. “Acho que o interesse da embaixada não estava nesse filme sobre o Chico Buarque”.

Para o ministro, a empresa seguiu, pelo que ele sabe, essa sugestão da Embaixada:

— É uma situação em que, se você pede o apoio institucional da embaixada brasileira, é natural que a embaixada fale: eu quero dar apoio para esses que são determinados filmes a serem exibidos.

Portanto, a desculpa inicial da produção do festival, de que o filme foi retirado “por ter sido lançado há muito tempo, 2015”, era balela.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:
Marighella tem lançamento cancelado no Brasil e não há previsão de estreia
Com corte na Ancine, audiovisual terá a menor verba em sete anos

~ por Tommy Beresford em setembro, 13 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: