Recife, PE: Projeto Cineclube Alumia, O Luzir do Cárcere

Matéria da Folha de Pernambuco fala sobre o projeto “Cineclube Alumia – O Luzir do Cárcere”, que leva o cinema à casa de detenção do Bom Pastor:

Escurinho, pipoca, guaraná e muitas emoções. O clima de uma sessão de cinema é o mesmo em qualquer lugar, inclusive onde o sol nasce quadrado. Na Colônia Penal Feminina Bom Pastor, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife, acontece, mensalmente, o Cineclube Alumia – O Luzir do Cárcere, um projeto que visa inserir exibições cinematográficas na densa realidade das detentas, como forma de abstração, como processo de ressocialização e como ferramenta pedagógica de empoderamento feminino.

Descontraídas, relaxadas e entretidas pela exibição do filme “Que horas ela volta?”, de Anna Muylaert, as detentas se mostraram bastante ligadas ao enredo, com direito a gritos de “sim” em alguns momentos de tomada de decisão dos personagens e a várias risadas. Quando vamos ao cinema, geralmente estamos acompanhados dos nossos familiares, amigos ou companheiro. No Bom Pastor não foi diferente. Algumas mulheres estavam abraçadas e outras de mãos dadas a suas parceiras. As demais ao lado de colegas e uma em específico chamava a avó para se sentar. Mas todas pareciam estar bem à vontade, umas até de pés descalços, como se estivessem no sofá da própria casa. Em especial, no momento da pipoca.

Leia mais clicando aqui.

~ por Tommy Beresford em agosto, 09 2016.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: