Prêmio Platino do Cinema Ibero-Americano 2016: O Abraço da Serpente é o grande vencedor

___unnamed

“O Abraço da Serpente” foi o grande vencedor da III Edição dos Prêmios Platino do Cinema Ibero-americano, na noite de 24.07.2016, em Punta del Leste. Indicado em oito categorias, levou sete prêmios:

Ixcanul ganhou o prêmio de Obra Prima de Ficção, Ciro Guerra foi o melhor diretor, Dolores Fonzi (Paulina) foi melhor atriz, Guillermo Francella (O Clã) o melhor ator, e a surpresa ficou por conta do Prêmio de Cinema para Educação de Valores, conferido a Que Horas Ela Volta, de Anna Muylaert, pelas mãos da líder guatemalteca Rigoberta Menchu. Roberta Sá entregou o prêmio de Melhor Trilha Sonora.

Ao receber seu Prêmio de Honra, Ricardo Darín ressaltou que para fazer frente aos orçamentos milionários dos blockbuster, “devemos usar a nossa criatividade, nossa imaginação, a nossa ousadia”. Mais de 800 filmes foram inscritos, um recorde de produção ibero-americano. A Edição dos Prêmios de 2017 será realizada em Madri.

Alguns dos premiados:

OBRA-PRIMA DA FIÇÃO IBERAMERICANA
– Ixcanul

MELHOR FILME DE FICÇÃO
– O Abraço da Serpente

MELHOR DIRETOR: Ciro Guerra
– O Abraço da Serpente

MELHOR ATOR: Guillermo Francella
– El Clan

MELHOR ATRIZ: Dolores Fonzi
– Paulina

MELHOR ROTEIRO
– El Club

MELHOR ANIMAÇÃO
– Atrapa La Bandera

MELHOR DOCUMENTÁRIO
– El Boton de Nácar

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL, MELHOR MONTAGEM, DIREÇÃO DE ARTE, FOTOGRAFIA E EDIÇÃO DE SOM
– O Abraço da Serpente

___serpente

~ por Tommy Beresford em julho, 26 2016.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: