[Cineclube DVD] Semana de 02 a 08.02.2013 – Além da Eternidade

Olá, pessoal!

Audrey Hepburn será sempre lembrada como um modelo de postura que poucas atrizes tiveram em Hollywood.

Nasceu em 04 de maio de 1929 e morreu em 20 de janeiro de 1993, aos 63 anos, vítima de câncer. Vinte anos sem Audrey… O nosso cantinho aqui faz uma singela homenagem a grande atriz.

Em outras oportunidades, o Cineclube DVD publicou filmes estrelados por ela. Foram muitos na sua carreira vitoriosa. Um ícone do estilo e sempre admirada pela sua beleza e talento.

Teve ao seu lado grandes atores, como Gregory Peck (A Princesa e o Plebeu), Gary Grant (Charada), Peter Finch (Uma Cruz à Beira do Abismo), William Holden (Quando Paris Alucina), Rex Harrison (My Fair Lady), George Peppard (Bonequinha de Luxo), Humphey Bogart (Sabrina) e muitos outros.

Audrey Hepburn

Audrey Hepburn

A atriz, nascida na Bélgica, era modelo no início de sua carreira e começou a trabalhar no cinema a partir de 1948. Mas foi em 1953, com o filme “A Princesa e o Plebeu” que conseguiu o estrelato. Por esse filme recebeu o Oscar de Melhor Atriz, o BAFTA, o NYFCC Award e o Globo de Ouro. Está registrado que foi a quinta artista, e a terceira mulhera ganhar as quatro principais premiações do entretenimento norte-americano, o EGOT (um misto de Emmy, Grammy, Oscar e Tony).

A sua vida pessoal foi um tanto atribulada, tendo casado duas vezes. A primeira vez com o ator/diretor Mel Ferrer, com quem teve um filho. A segunda com o psiquiatra italiano Andrea Dotti, com o qual teve seu segundo filho.

Seu trabalho no cinema ficou marcado na comédia “Bonequinha de Luxo”, no qual faz uma prostituta de luxo em Nova York e que seria lembrada eternamente. Por esse papel recebeu a sua quarta indicação ao Oscar.

Não posso deixar de lembrar o seu trabalho no filme “My Fair Lady”, o da vendedora de flores Eliza Doolittle. Não foi indicada ao Oscar devido seu papel ter sido dublado nas canções do filme. Considerado uma tremenda injustiça porque este papel já tinha sido feito por Julie Andrews no teatro e que não havia sido escolhida para o trabalho. Julie acabou ganhando o Oscar por “Mary Poppins” (que não gosto muito).

Fez muitos trabalhos de destaque nos anos 60/70/80. Foi Embaixatriz da UNICEF em 1987, trabalho que fez com muita boa vontade e principalmente pelo domínio que tinha de vários idiomas (falava fluentemente francês, inglês, italiano, espanhol e neerlandês).

Em 1989 aceitou de Steven Spielberg uma pequena participação no filme “Alem da Eternidade” (“Always”). Foi o seu último trabalho no cinema.

No filme ela faz o papel de um anjo, Hap, que vai ajudar um heróico piloto Peter (Richard Dreyfuss), que faz parte de um esquadrão de combate ao fogo e que morre durante um acidente, a superar o trauma de ver-se, na eternidade, desprovido daquilo que mais ama, a sua mulher Dorinda (Holly Hunter). Hap fará tudo para que Peter possa esquecê-la estimulando Dorinda a procurar outro amor.

Um grande filme com a marca de Spielberg. Fez muito sucesso na época.

Vídeo no Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=9Eq1jwz7IqA

Audrey Hepburn será sempre lembrada com carinho por todos os seus fãs.

Fiquem com as dicas!

Boa diversão.

Al Hitch

~ por Al Hitch em fevereiro, 02 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: