Sylvia Kristel (1952-2012)

Sylvia Kristel

Sylvia Kristel

De acordo com o site Correio do Estado, A atriz holandesa Sylvia Kristel, a eterna “Emmanuelle”, do filme homônimo de 1974, morreu na noite de ontem [17.10.2012] vítima de câncer, informou a agência que administrava sua carreira:

“Ela morreu durante a noite, durante o sono”, disse à France Presse Marieke Verharen, da agência Features Creative Management, que representava a atriz, de 60 anos. A atriz foi casada com o escritor Hugo Claus, com quem teve o filho Arthur, e nos últimos anos foi “muito feliz” com Peter Brul, segundo seu site. Ela será enterrada em cerimônia fechada.

Verharen afirmou que Kristel faleceu “em consequência de um câncer”. A atriz havia sido internada em julho em um hospital de Amsterdã, após sofrer um derrame cerebral em casa. A atriz vinha fazendo tratamento contra um câncer de garganta há dez anos, mas precisou interromper o processo nos últimos dias devido a seu estado delicado.

Leia mais clicando aqui.

No portal iG, mais sobre a carreira da atriz:

Filmado na Tailândia e nas Ilhas Seychelles com um orçamento de US$ 500 mil, Emanuelle arrecadou US$ 100 milhões e, em alguns países, como França e Japão, permaneceu mais de uma década em cartaz.

Sylvia Kristel, a eterna Emanuelle

Sylvia Kristel, a eterna Emanuelle

Nas décadas seguintes, Kristel apareceu em várias sequências do filme, inclusive numa série de sequências feitas para a TV nos anos 1990, quando interpretava uma versão madura da personagem original.

Há pouco mais de um ano, em abril de 2011, Sylvia confessou que gostaria de ter um “pequeno papel” na versão em 3D que está sendo feita do filme, e disse que desejava continuar na carreira de produtora, após ter dirigido em 2008 o curta-metragem de animação “Topor et Moi”.

Além do clássico, Sylvia Kristel atuou em cerca de 50 filmes internacionais, muitos de conteúdo erótico. Iniciou sua carreira como modelo juvenil, e em 1972 foi escolhida Miss TV Europe, o que a tornou conhecida nos bastidores do cinema.

Outros papéis de destaque foram o de “Lady Chatterley” na adaptação para o cinema do famoso romance de D. H. Lawrence, e o de Mata Hari, no filme homônimo sobre a vida da espiã.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:
Ricardo Calil: Nunca houve uma mulher como Emmanuelle

Ficha da atriz no IMDB:
http://www.imdb.com/name/nm0000482/

~ por Tommy Beresford em outubro, 18 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: