John Travolta e os problemas com a justiça (e com os massagistas)

John Travolta

John Travolta

O ator John Travolta foi acusado de assédio sexual por mais um massagista, segundo o portal Terra:

Os tempos não são bons para John Travolta. Poucos dias depois de ter sido acusado por um massagista de assédio sexual, um outro profissional da mesma área afirmou, nesta terça-feira [08.05.2012], que o ator tocou em seus genitais e se masturbou na sua frente. As informações foram divulgadas pela CNN.

O acusador, um homem não identificado, afirma que o episódio ocorreu no último dia 25 de janeiro, em um hotel localizado na cidade de Atlanta, nos EUA.

O outro caso foi denunciado na sexta-feira (4) – e divulgado na segunda (7). Nele, um massagista afirmou que, durante uma sessão de massagem realizada no dia 16 de janeiro, no Beverly Hills Hotel, em Los Angeles, Travolta tirou completamente a roupa, virou-se para ele e também tocou em seu órgão genital. Além de assédio, ele acusa o ator de agressão sexual e pede US$ 2 milhões em indenização por danos e estresse emocional.

Segundo o processo judicial, divulgado pelo site TMZ, o ator pediu ao massagista para masturbá-lo, afirmando que boa parte de sua fama se devia a “favores sexuais” realizados no início de sua carreira. Depois disso, Travolta, 58 anos, teria se desculpado pelo seu comportamento, mas, na sequência, teria se oferecido para manter relações com o profissional ao lado de “outra estrela de Hollywood”.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:
John Travolta, as biografias não autorizadas e as revistas sensacionalistas

No Globo Online:

Um segundo massagista não-identificado se incorporou a uma ação judicial que solicita US$ 2 milhões em indenização do ator John Travolta. Ele é acusado de atacar sexualmente os dois homens em incidentes separados, segundo emenda a documentos judiciais protocolada na terça-feira.

O segundo massagista, um morador da Geórgia identificado nos documentos como John Doe nº 2 (algo como “fulano nº 2”), afirma que Travolta se esfregou nas suas pernas, tocou sua genitália e tentou iniciar um ato sexual durante uma sessão de massagem no quarto do ator em um hotel de Atlanta, em 28 de janeiro.

O caso ecoa o do autor inicial da ação, identificado como John Doe nº 1, que mora no Texas e diz ter sofrido investidas iniciais de Travolta num hotel de Beverly Hills em 16 de janeiro.

“A segunda alegação ‘anônima’ é tão absurda e ridícula quanto a primeira”, disse o advogado do ator, Martin Singer. “Nosso cliente será plenamente vingado na corte por ambas essas alegações absurdas e fictícias.”

O advogado Okorie Okorocha, que iniciou a ação, disse que depois de protocolar o primeiro caso várias outras possíveis vítimas apareceram com relatos semelhantes.

“Vou protocolar por cada vítima. O sr. Travolta tem sido capaz de evadir-se da Justiça, e vai desafiá-la comigo, mas não tenho medo”, disse Okorocha.

Leia mais clicando aqui.

~ por Tommy Beresford em maio, 09 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: