A Cabana: Um livro para ler, reler e presentear

Capa do livro

Capa do livro

Da contracapa do livro “A Cabana”, de William P. Young, que acabei de ler, recomendo e que pode chegar aos cinemas (tomara que com uma excelente adaptação e, se possível, com Queen Latifah em um dos papéis principais — quem leu vai entender qual papel):

“Esta história deve ser lida como se fosse uma oração, a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana.” – Michael W. Smith

O livro, que tornou-se um best-seller desde seu primeiro lançamento[2] não foi escrito para ser publicado, conta o autor. A história havia sido criada pelo autor como um presente que Young imprimiu para 15 amigos no natal de 2005, e inicialmente não tinha a intenção de ser lançada em livro.

Site oficial:
http://theshackbook.com/

William Paul Young

William Paul Young

Segundo o Wikipedia:

A receptividade da história levou Young a mostrar o livro para dois produtores de cinema, Wayne Jacobsen e Brad Cummings. Após reescrever a história 4 vezes em pouco menos de um ano e meio, Young enviou a versão final para 26 editoras, tendo sido recusada por todas. Por causa disso, Jacobsen e Cummings criaram uma editora e finalmente publicaram o livro, com um orçamento de divulgação inicial de 300 dólares.

No Brasil, o livro foi lançado pela editora Sextante.

Ainda da contracapa:

Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, “A Cabana” revelou-se um desses livros raros que, por meio do entusiasmo e da indicação dos leitores, se torna um fenômeno de público: já são quase dois milhões de exemplares vendidos.

Durante uma viagem em um fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas em uma cabana abandonada.

Após quatro anos vivendo em uma tristeza profunda, causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o para voltar à cabana onde aconteceu a tragédia.

Apesar de desconfiado, ele vai ao local do crime em uma tarde de inverno e adentra passo a passo no cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.

Em um mundo tão cruel e injusto, A Cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento?

As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar a sua vida de forma tão profunda quanto transformou a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.

Parte final de um texto do site Cristianismo Hoje sobre o livro…

(…) vai chocar os leitores mais conservadores, e alguns não conseguirão engolir a visão extrema e perturbadora de Young. Aliás, não são poucos os críticos cristãos que abominam o livro, por acharem que o texto ridiculariza a majestade e a soberania de Deus. Rejeitam sua metáfora “desrespeitosa” e apontam distorções, erros de interpretação bíblica, simplificações imperdoáveis e até sacrilégio.

O que a maioria dos críticos parecem ignorar é que o livro é essencialmente sobre teodiceia, uma justificação do amor e da justiça de Deus diante do mal e da tragédia humana. Parecem não perceber que – para o mortal que já sofreu grandes traumas e perdas – o lento caminho de volta à sanidade espiritual passa necessariamente pela epifania da compreensão das profundezas do amor de Deus. Não entendem que o pecado de Young é apenas o da licença poética – e que ele escreve com a legitimidade que só o sofrimento pode conferir.

Quem passou pelo vale da sombra da morte não critica os exageros de imaginação expressos em A cabana. Afinal, a revelação da Bíblia não ruirá sob os devaneios de Young, mas certamente há sofredores miseráveis que perecerão a morte eterna sem darem conta do amor de Deus. Este livro é para eles, antes que abandonem tudo.

~ por Tommy Beresford em fevereiro, 11 2010.

8 Respostas to “A Cabana: Um livro para ler, reler e presentear”

  1. olá, eu ñ li ainda a cabana mais estou com muita vontade de ler na biblioteca da minha escola tem to esperando minha amiga ler espero q seija otimo bjks

  2. eu li, reli, e estou lendo de novo pois A cabana é um livro para se ler sempre que achar que Deus o abandonou,o que infelizmente acontece muitas vezes…

  3. Acabei de ler “A Cabana”.
    Gostei muito é muito interesante, curioso é eu tenho essa noção qu Deus é como o autor escreve, Deus é simplicidade certas pessoas é que o acham um pai severo, um pai que castiga e por aí vai. o meu Deus é exatamente esse do livro.
    Amei o livro e vou dar de presente aos meus migos no natal.
    Sucesso

  4. Olá!!

    Li, reli e recomendo…O livro fala basicamente do amor incodicional de Deus por nós, seres humanos.Para mim o autor revela o lado “humano” de Deus, que assim como um verdadeiro pai quer o melhor para seus filhos, e nos dá uma grande lição sobre o Perdão.

  5. muito lindo esse livro

  6. Ola!
    Ainda vou ler,estou ansioso,pedi na avon e quero que chega logo so de ver os comentarios estou mais ansioso ainda!!!!!

  7. eu ainda não li, mais estou ansiosa p ler, e como sou cristã acho q foi o espirito santo de deus q me o indicou nesta noite em q eu estou angustiada e precisando de um livro como este, v ler c certeza.

  8. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha…me fez se interessar pelo livro….mas vc já leu o livro reverso … se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: