Festival de Brasília 2009: É Proibido Fumar, grande vencedor

De acordo com matéria de Ana Paula Sousa da Folha de São Paulo, enviada especial a Brasília:

O filme “É Proibido Fumar”, de Anna Muylaert, foi o grande vencedor do Festival de Brasília, encerrado ontem à noite, no Distrito Federal.

Escolhido pelo júri como melhor filme, a comédia levou, entre outros, os prêmios de atriz (Glória Pires), ator (Paulo Miklos), roteiro (Muylaert) e montagem (Paulo Sacramento).

O troféu Candango de direção ficou com o documentarista Evaldo Mocarzel, pelo experimental “Quebradeiras”. O documentário levou também o prêmio de fotografia (Gustavo Hadba).

Pela votação do público, o melhor longa, entre os seis concorrentes, foi o documentário “Filhos de João, o Admirável Mundo Novo Baiano”, de Henrique Dantas, e o melhor curta, “Recife Frio”, de Kleber Mendonça Filho.

O curta escolhido pelo júri foi “Ave Maria, ou a Mãe dos Sertanejos”, de Camilo Cavalcanti.

A matéria foi encontrada aqui.

~ por Tommy Beresford em novembro, 25 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: