Wim Wenders: Influências de Glauber

Reportagem de Rafael Cariello, enviado da Folha a Porto Alegre, no site da Folha Online:

O cineasta alemão Wim Wenders fez anteontem, em Porto Alegre, a defesa de um cinema “com forte sentimento de pertencimento local”, saído de culturas específicas, distinto de uma produção hegemônica que narra histórias “que poderiam acontecer em qualquer lugar”, filmados em um mundo sem identidade, “diante de uma tela azul”.

“Esse tipo de produção internacional anônima me entedia à morte”, disse Wenders, durante sua palestra no ciclo Fronteiras do Pensamento, para cerca de 1.300 pessoas que lotavam um teatro da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na capital gaúcha.

Os cineastas que mais o influenciaram, afirmou, tinham esse forte “sentimento local”, entre eles o japonês Yasujiro Ozu (1903-1963), o brasileiro Glauber Rocha (1939-1981) e mesmo o norte-americano John Ford (1894-1973).

Leia mais clicando aqui. Foto de Valentina Petrova.

~ por Tommy Beresford em agosto, 20 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: